A adaptação docente e o uso de tecnologias em sala de aula

Autores

  • Érmesson Douglas Morais Brito Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Kellison Lima Cavalcante IFSertãoPE

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v8i1.71

Palavras-chave:

Recursos Tecnológicos, Estratégias Pedagógicas, Prática Docente

Resumo

A tecnologia tem possibilitado a disseminação de tudo o que se pode imaginar, por isso, a educação tem que administrar seus planos para as necessidades atuais. As ferramentas tecnológicos têm ajudado na facilitação do processo na aprendizagem, por meio de recursos que dão ao professor estratégias pedagógicas mais eficazes. Nesse sentido, observar a influência das tecnologias na vida dos professores, os meios disponíveis no ambiente escolar e como utilizam esses elementos para propiciar uma aula mais dinâmica e atual. Para essa identificação, será realizada o levantamento bibliográfico com autores que discutem o tema e uma observação com docentes formados em várias áreas do conhecimento, do Centro Territorial de Educação Profissional – CEEP em Gestão e Meio Ambiente. É preciso que os profissionais da educação adequem-se diariamente as realidades dos novos tempos. Utilizar a tecnologia em sala de aula é oportunizar o homem a mudar os rumos de sua própria história, perceber todas as vantagens de atualização das formas de passagens de conteúdos que podem trazer para professores e alunos, motivação e crescimento intelectual.

Referências

ALMEIDA, M.E.B. Integração de tecnologias à educação: novas formas de expressão do pensamento, produção escrita e leitura. In: VALENTE, J.A.; ALMEIDA, M.E.B.(orgs). Formação de educadores à distância e integração de mídias. São Paulo: Avercamp, 2007.

______. Tecnologias na escola: perspectiva dos gestores sujeitos de uma formação. Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo. Projeto Gestão Escolar e Tecnologias. São Paulo Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2003.

APPOLINÁRIO, F. Dicionário de metodologia científica. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2011. 295p.

ARRUDA, E. Relações entre tecnologias digitais e educação: perspectivas para a compreensão da aprendizagem escolar contemporânea. In: FREITAS, Maria Teresa de Assunção. Cibercultura e formação de professores. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009, p. 13-40.

BRITO, G.S.; PURIFICAÇÃO, I. Educação e novas tecnologias: um re-pensar. 2. ed. Rev., atual. e ampl. Curitiba: IBPEX, 2008.

CAMAS, N.P.V.; MANDAJI, M.; RIBIRO, R.A.; MENGALLI, N.M. Professor e cultura digital: reflexão teórica acerca dos novos desafios na ação formadora para nosso século. Reflexão e Ação(Online), v. 21, p. 179-198, 2013.

CARNALL, C. Managing change in organisations. Hertfordshire: Prentice-Hall International, 1995.

DEMO, P. TICs e educação, 2008. Disponível em: <https://docs.google.com/document/pub?id=122YjQchoYmfKffYTaFQksphUwzyh9gOPx6FuQTBRIrU>. Acesso em: 25 de fev. de 2019.

FANTIN, M. Alfabetização midiática na escola. VII Seminário Mídia, educação e Leitura. 10 a13 de Julho. Campinas, SP, 2007.

GADOTTI, M. Qualidade na educação: uma nova abordagem. São Paulo: Editora e Livraria Instituto Paulo Freire, 2010.

GALVÃO, M.C.B. O levantamento bibliográfico e a pesquisa científica. In: PASSOS, L.J.F., COSTA, A.D.(Org.). Fundamentos de epidemiologia, 2. ed., São Paulo: Manole, 2010.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

KENSKI, V.M. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. 6. ed. Campinas, SP: Papirus, 2010.

MARCONI, M.A.;LAKATOS, E.M. Metodologia cientifica. 5. ed. Atlas, São Paulo: 2010.

MARTINS, H.H.T. S. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educação e Pesquisa, v. 30, n. 2, p. 289-300, maio/ago.2004.

MERCADO, L.P.L. Formação docente e novas tecnologias. IV Congresso RIBIE, Brasília, 1998.

MORAN, J. M. A Educação que Desejamos: novos desafios e como chegar lá. 5. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012. 174p.

MORAN, J.M.; MASETTO, M.T.; BEHRENS, M.A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 6. ed. Campinas: Papirus, 2000.

______. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 7.ed. São Paulo: Papirus, 2003.

MOURA, E.;BRANDÃO, E. O uso das tecnologias digitais na modificação da prática educativa escolar. Revista Científica Fazer, Erechim, n. 129, p.1-17, 2013.

TEDESCO, J.C. Educação e novas tecnologias. São Paulo, Editora Cortez, 2004.

TOMASELLO, M. Origens culturais da aquisição do conhecimento humano. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

TRIVIÑOS, A.N.S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987, 175p.

ZANELLI, J.C. Pesquisa qualitativa em estudos da gestão de pessoas. Estudos de Psicologia, v. 7, p. 79 -88, 2002.

Downloads

Publicado

2020-04-30

Como Citar

BRITO , Érmesson D. M. .; CAVALCANTE, K. L. . A adaptação docente e o uso de tecnologias em sala de aula. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 8, n. 1, p. 67–76, 2020. DOI: 10.31416/rsdv.v8i1.71. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/71. Acesso em: 17 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Biológicas - Artigos