Prática pedagógica no processo de ensino de Biologia dos professores do Colégio Estadual de Brumado-Bahia

Autores

  • Carlos Renan de Sousa Porto Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Kellison Lima Cavalcante IFSertãoPE

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v8i2.44

Palavras-chave:

Prática Docente, Ciências Biológicas, Aprendizagem

Resumo

A prática pedagógica no ensino de biologia deve ser de forma concreta e observável de forma que os alunos possam compreender a fim de se tornar uma disciplina prazerosa de se estudar. Dessa forma, o presente estudo tem por objetivo analisar essa prática pedagógica no ensino de biologia dos professores do Colégio Estadual de Brumado-CEB, no município de Brumado-Bahia, onde foram observados dados importantes com o uso de diário de bordo para registro, com a finalidade de observar e relatar a prática docente no ensino de Biologia e o fortalecimento e desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem. Percebeu-se o envolvimento e a procura dos docentes na constante busca pelo aperfeiçoamento e pelo desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes. Assim, buscamos compreender as estratégias utilizadas, os instrumentos, as metodologias, bem como as dificuldades e as limitações. Identificamos que os professores utilizam as novas tecnologias como recursos didáticos, para melhor fixação dos conteúdos de biologia, tido como muitos uma disciplina difícil, com muitos termos científicos, e com a utilização de tais recursos se torna uma aula mais dinâmica e contribui de forma significativa no processo de aprendizagem. Portanto, é necessária uma boa prática no ensino de biologia para que os docentes despertem nos discentes a ação investigativa da pesquisa durante seu processo formativo, desenvolvendo competências e habilidades de forma contextualizada na construção dos saberes.

Referências

CAMPOS, M. C. da C.; NIGRO, R. G. Teoria e prática em ciências na escola: o ensino aprendizagem como investigação. 1. ed. São Paulo: FTD, 2009

CAPELETTO, A. Biologia e educação ambiental: roteiros de trabalho. Editora Ática, 1992.

CASTOLDI, R; POLINARSKI, C.A. A utilização de recursos didático-pedagógicos na motivação da aprendizagem. In: VII Simpósio Nacional De Ensino De Ciência E Tecnologia. Ponta Grossa, PR, 2009.

DINIZ-PEREIRA, J. E.; LACERDA, M. P. de. Possíveis significados da pesquisa na prática docente: ideias para fomentar o debate. Educação & Sociedade. 2009, 30 (Septiembre-Diciembre). Disponivel em: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=87313699015>. Acesso em 18. Mar. 2019.

FERREIRA, M. de C. A prática pedagógica no ensino de Biologia. [manuscrito]. Guarabira: UEPB, 2014.

GASPARIN, J. L. Semana pedagógica 2014: reflexões sobre o processo ensino-aprendizagem. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=YbBxHS0Qfmc>. Acesso em 14. mar. 2019.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GOUVÊA, G. R. R. Rumos da formação de professores para a educação ambiental. Educar em Revista, n. 27, p. 163-179, 2006.

GUIMARÃES, Carine Pistoia; BERNARDI, Giliane. A importância do uso das tecnologias na prática docente: os desafios e a necessidade da formação continuada,2014. Disponível em: < http://repositorio.ufsm.br/handle/1/11987>. Acesso em 01. Abr. 2019.

KRASILCHIK, M. Prática de ensino de Biologia. 4. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008.

LEITE, B. da S. Tecnologias no ensino de Química: teoria e prática na formação docente. Curitiba: Appris. 2015.

LEITE, D. M. N. Práticas pedagógicas para o ensino de ciências. (Especialização em Ensino de Ciências). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2014.

LIMA, D. B; GARCIA, R. N. Uma investigação sobre a importância das aulas práticas de Biologia no Ensino Médio. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 24, n. 1, p. 201–224, 2011.

MELLO, L. de. Programas oficiais para a formação de professores. Revista Educação e Sociedade, Campinas: n. 68, 1999.

MORAIS, M. B.; ANDRADE, M. H. de P. Ciências: ensinar e aprender. 1. ed. Belo Horizonte: Dimensão, 2010.

MOREIRA, M. A. Teorias de aprendizagem. Porto Alegre: E.P.U. 2004.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. São Paulo, 2006.

RODRIGUES, L. D. Conhecimento e ressignificação: prática pedagógica em educação ambiental. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2008.

ROSSASI, L. B.; POLINARSKI, C. A. Reflexões sobre metodologias para o ensino de biologia: uma perspectiva a partir da prática docente. Porto Alegre: Lume UFRGS, 2011.

SEIXAS, R. H. M.; CALABRÓ, L.; SOUSA, D. O. A Formação de professores e os desafios de ensinar Ciências. Revista Thema, v. 14, n. 1, p. 289-303, fev. 2017. Disponível em: <http://revistathema.ifsul.edu.br/index.php/thema/article/view/413>. Acesso em: 12 mar. 2019.

SOUZA, T. T. de; MARCHI, M. I.; STROHSCHOEN, A. A. G. Professores de biologia e a busca por práticas pedagógicas voltadas ao letramento científico: uso de texto de divulgação científica. Caderno Pedagógico, Lajeado, v. 13, n. 1, p. 24-40, 2016. Disponível em < http://www.univates.br/revistas>. Acesso em 10 mar. 2019.

Downloads

Publicado

2020-08-31

Como Citar

PORTO, C. R. de S. .; CAVALCANTE, K. L. . Prática pedagógica no processo de ensino de Biologia dos professores do Colégio Estadual de Brumado-Bahia. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 420–430, 2020. DOI: 10.31416/rsdv.v8i2.44. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/44. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Biológicas - Artigos