IMPORTÂNCIA DA MARCA PARA AS EMPRESAS: Aspectos da legislação Mundial e a situação Brasileira

Autores

  • Wânia Jaguaracy de Sena Medrado UNIVASF
  • Diane Jéssica Morais Amorim FACAPE
  • Deise Cristiane do Nascimento FACAPE
  • Isnaldo José de Souza Coêlho UNIVASF
  • Arão Cardoso Viana IFSertãoPE

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v12i2.1045

Palavras-chave:

Propriedade Intelectual, Legislação de Marcas, Estratégia Empresarial, Protocolo de Madri, INPI

Resumo

Este estudo aborda a importância crescente das marcas como ativos intangíveis na gestão empresarial e no direito de propriedade industrial, com foco na recente adoção da marca de posição no Brasil. O objetivo é analisar a dinâmica das marcas no país, enfatizando seu valor econômico, as leis de proteção, e como o contexto socioeconômico influencia as estratégias empresariais. Adotando uma abordagem quali-quantitativa, a metodologia inclui uma pesquisa exploratória e um levantamento bibliométrico, utilizando a base Scopus para coletar dados relevantes. Os resultados destacam um aumento significativo nos depósitos de marcas de 2014 a 2021, refletindo uma maior conscientização sobre a importância da proteção de marcas. Observou-se também uma resposta institucional a esse aumento, com crescimento no número de decisões e concessões, apesar de desafios de capacidade de processamento. A análise indica uma evolução no cenário da propriedade intelectual no Brasil, com esforços para melhorar a eficiência do registro de marcas e a adaptação às demandas do mercado. Conclui-se que as marcas desempenham um papel crucial no desenvolvimento empresarial e na inovação, com a legislação brasileira evoluindo para oferecer maior proteção e competitividade no mercado global. O estudo aponta para a necessidade de investimentos contínuos em tecnologia, capacitação e educação sobre propriedade intelectual, para fortalecer a gestão de marcas no Brasil e facilitar sua expansão internacional.

Referências

ABIMAQ. Manual Propriedade Industrial – Abimaq/IPD-Maq – Núcleo de Apoio ao Patenteamento. 2019. Disponível em: https://vdocuments.com.br/propriedade-intelectual-definicao-a-convencao-da-.html. Acesso em: 14 fev. 2024.

ASSOCIAÇÕES. Manifestação. In: INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE

INDUSTRIAL. Marcas de Posição: Consulta Pública. 5 abr. 2021. Disponível em:

https://www.gov.br/inpi/ptbr/servicos/marcas/consultapublica/Consulta_Publica_Marcas_Posicao_Respostas.pdf. Acesso em: 16 mar. 2024.

BOFF, S. O et al. Propriedade intelectual e gestão da inovação. Editora Deviant, 2017.

BARBOSA, D. B. Uma introdução à propriedade intelectual. Rio de Janeiro: Editora Lumen Juris, 2003.

BARBOSA, Denis Borges. Da proteção real da marca não registrada no Brasil. PIDCC - Revista de Propriedade Intelectual - Direito Contemporâneo e Constituição (PIDCC), v. 02, p. 73-117, 2008.

BRASIL. Lei n. 5.648, de 11 de dezembro de 1970. Cria o Instituto Nacional da Propriedade Industrial e dá outras providências. Brasília, DF, [1970].

BRASIL. Lei n. 9.279, de 14 de maio de 1996. Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial. Brasília: Senado Federal, 1996.

BRASIL. Decreto n. 8.854, de 22 de setembro de 2016. Aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções de Confiança do Instituto Nacional da Propriedade Industrial, remaneja funções gratificadas, substitui cargos em comissão do Grupo Direção e Assessoramento Superiores – DAS por Funções Comissionadas do Poder Executivo – FCPE e revoga o Decreto n. 8.686, de 4 de março de 2016.

BRASIL. Decreto n. 9.660, de 1º de janeiro de 2019. Dispõe sobre a vinculação das entidades da administração pública federal indireta. Brasília: DF, [2019].

BRASIL. Portaria INPI n. 119, de 16 de março de 2020. Institui, em caráter excepcional, medidas administrativas de prevenção à infecção e à propagação do COVID-19 no âmbito do Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI. Rio de Janeiro: RJ, [2020].

ELSEVIER. Soluções Scopus. [S.l.], 2022. Disponível em: https://www.elsevier.com/pt-br/solutions/scopus. Acesso em: 10 jan. 2024.

FERNANDES, Catarina Azevedo. A metamorfose do artigo 208.º do Novo Código da Propriedade Industrial. Coimbra: Observatório Almedina, 2021. Disponível em: <https://observatorio.almedina.net/index.php/2021/10/25/a-metamorfose-do-artigo- 208-o-do-novo-codigo-da-propriedade-industrial/>. Acesso em: 13 fev 2024.

GRAU-KUNTZ, Karin. Da marca de fato. In: Estudos de propriedade intelectual em homenagem ao Prof. Dr. Denis Borges Barbosa / organização de Marcos Wachowicz, Karin Grau-Kuntz – Curitiba: IODA, 2021.

KOTLER, P. Marketing para o século XXI: Como Criar, Conquistar E Dominar Mercados. Tradução: Bazám Tecnologia e Linguística: Cristina Bazám. 6º ed. São Paulo, 1999.

INPI – INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Portal Oficial [Sítio da internet]. 2021a. Disponível em: https://www.gov.br/inpi/pt-br/central-de-conteudo/identidade-institucional. Acesso em: 2 fev. 2024

INPI – INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Manual de Marcas: Diretoria de Marcas, Desenhos Industriais e Indicações Geográficas. 3. ed. 4. rev. 12 jan. 2021c.

MASKE, A.; AZEVEDO, N. C. Exame de marcas e evolução dos sistemas informatizados no INPI. In: FIERRO, I. M.; ANTUNES, A. M. S. (org.). Dez anos de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Inovação no Brasil: passado, presente e futuro. 1. ed. Rio de Janeiro: Gamma, 2018. p. 109-134. (Trabalhos apresentados no X ENAPID)

MATIAS-PEREIRA, J. A gestão do sistema de proteção à propriedade intelectual no Brasil é consistente? Revista de Administração Pública, v. 45, n. 3, p. 567-590, 2011.

NEGRÃO, Ricardo. Curso de direito comercial e de empresa, v 1: Teoria geral da empresa e direito societário. 15 ed, São Paulo: Saraiva Educação, 2019.

PEREIRA, Taynan Santos. Os Registros de Marcas no Brasil: uma proposta de um guia prático para facilitar o depósito no INPI. Dissertação (Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação). Universidade de Brasília – UNB/PROFNIT, 2018.

PINHEIRO, Patricia Peck. Manual de propriedade intelectual. Universidade Estadual Paulista–UNESP.2012. Disponível em: http://dspace.mackenzie.br/handle/10899/23872. Acesso em: 27 de abril. 2023.

PORFIRIO, C. G.; MARTINS, C. M. Consolidação do Poder de Mercado da Marca Mediante seu Registro: Um Estudo da Importância do Registro das Marcas para as Micro e Pequenas Empresas. Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. In: XX CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO NORDESTE. Anais... Universidade do Estado da Bahia, Campus Juazeiro, 5 a 7 de julho de 2018.

REMEDIO, J. A.; PRADO, C. C. V. Lei de Propriedade Industrial: Parágrafo Único do Artigo 40 da Lei 9.279/96 e Acesso a Medicamentos Genéricos. Revista Direito em Debate, v. 28, n. 52, p. 115-124, 2019.

ROCHA, Arno Ribeiro. Contrafação de marca: análise jurisprudencial do Tribunal de Justiça do estado de Santa Catarina acerca dos critérios de fixação do quantum indenizatório. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico. Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação - PROFNIT. Santa Catarina: 2019. Disponível em:https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/215491/PITI0011- .pdf?sequence=-1&isAllowed=y Acesso em 05 de fevereiro 2024.

RORIZ, Antonella Bruna da Silva Melo. A experiência-piloto de teletrabalho para os tecnologistas do instituto nacional da propriedade industrial: impactos na produtividade, desempenho institucional e qualidade de vida no trabalho. 2019. 251f.Dissertação (Mestrado em Propriedade Intelectual e Inovação) – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Rio de Janeiro, 2019.

RUÃO, T. As marcas e o valor da imagem: a dimensão simbólica das atividades econômicas. Caleidoscópio, n.3, p. 177 – 191, 2003.

SALOMÃO FILHO, C. Direito Concorrencial – as estruturas. São Paulo: Malheiros, 2007.

SEBRAE. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. A Importância do Registro de Marca para os pequenos negócios. Disponível em: < https://m.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/ap/artigos/a-importancia- do-registro-de-marca-para-os-pequenos- negocios,956e517d36bcf510VgnVCM1000004c00210aRCRD>. Acesso em: 28 de ago. 2020.

SEMPREBON, E. A influência do poder no relacionamento entre consumidor e marca. Tese (Doutorado em Administração). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2014.

SERRALVO, F. A. Gestão de marcas e produtos. IESDE BRASIL SA, 2009.

SHERWOOD, R. M. Propriedade Intelectual e Desenvolvimento Econômico. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1992.

SILVEIRA, N. Propriedade intelectual: propriedade industrial, direito de autor, software, cultivares, nome empresarial, abuso de patentes. São Paulo: Editora Manole, 2014.

SILVEIRA, Newton; DOS SANTOS JR., Walter Godoy. Sinais distintivos. São Paulo: Quartier Latin, 2021

TEH, C. C.; KAYO, E. K.; KIMURA, H. Marcas, patentes e criação de valor. Revista de Administração Mackenzie, v. 9, n. 1, p. 86-106, 2008.

TOMAZETTE, Marlon. Curso de direito empresarial: Teoria geral e direito societário. 7 ed, rev., atual e ampl. São Paulo: Atlas, 2016

WIPO. Como obter proteção internacional de marcas com o Sistema de Madri. 2023a. Disponível em: <https://www.wipo.int/ip- outreach/pt/ipday/2022/toptips/madrid.html>. Acesso em: 05 fev 2024.

WIPO. Country profiles – Brazil. 2023b. Disponível em: <https://www.wipo.int/directory/en/details.jsp?country_code=BR>. Acesso em: 10

fev 2024.

WIPO. Madrid System – The International Trademark System. 2023c. Disponível em: <https://www.wipo.int/madrid/en/>. Acesso em: 12 fev 2024.

ZEBULUM, J. C. Introdução às marcas. Cadernos Temáticos Propriedade Industrial, p. 216, 2007

Downloads

Publicado

2024-06-07

Como Citar

JAGUARACY DE SENA MEDRADO, W.; MORAIS AMORIM, D. J.; CRISTIANE DO NASCIMENTO, D.; DE SOUZA COÊLHO, I. J.; CARDOSO VIANA, A. IMPORTÂNCIA DA MARCA PARA AS EMPRESAS: Aspectos da legislação Mundial e a situação Brasileira. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 1100–1118, 2024. DOI: 10.31416/rsdv.v12i2.1045. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/1045. Acesso em: 13 jun. 2024.