Panorama do arranjo produtivo da mandiocultura na Paraíba com ênfase nas unidades de beneficiamento

Autores

  • Valéria Fernandes de Oliveira Sousa Universidade Federal de Campina Grande
  • Daniele Ferreira Melo Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido
  • Jailson Lopes Penha Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido
  • Andreza Dantas Albuquerque Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido
  • João Paulo de Oliveira Santos Instituto Federal do Tocantins

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v12i2.1022

Palavras-chave:

Agregação de valor, agricultura familiar, casas de farinha, mandioca.

Resumo

A mandiocultura possui uma grande relevância social e econômica para a agricultura familiar no estado da Paraíba. Entretanto, atualmente há declínio nessa atividade, desde o plantio até o beneficiamento. Nesse contexto, objetivou-se com esse estudo traçar o perfil vigente do arranjo produtivo local da mandiocultura no estado da Paraíba e fortalecer as ações do Programa Paraíba Produtiva. Foram analisados os dados históricos dos anos 2000-2021 com base na área plantada, colhida, produção e produtividade, abrangendo todos os municípios paraibanos com auxílio dos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Além disso, foi aplicado questionário nas unidades de beneficiamento com intuito de traçar perfil tecnológico dessas unidades e abordar as ameaças, pontos fortes e oportunidades dessa cadeia produtiva. Verificou-se que o plantio de mandioca e sua produção reduziram 56% e 50%, respectivamente, nos últimos 20 anos. Apesar disso, algumas áreas conseguiram manter ou aumentar sua produtividade graças a inovações tecnológicas O plantio e as unidades de beneficiamento se concentram nas microrregiões da Zona da Mata e Brejo Paraibano. Foi constatado que a maioria das casas de farinhas ativas possuem em sua organização gargalos operacionais e comerciais de produtos oriundos da mandioca. Os resultados evidenciam uma redução significativa na área plantada e na produção de mandioca na Paraíba. Para garantir o crescimento sustentável do setor, são necessários investimentos em pesquisa, políticas de apoio aos agricultores familiares e medidas para agregar valor aos produtos derivados da mandioca.

 

Biografia do Autor

Valéria Fernandes de Oliveira Sousa, Universidade Federal de Campina Grande

Doutora em Agronomia pela UFPB

Daniele Ferreira Melo, Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido

Doutora em Engenharia Agrícola pela UFCG

Jailson Lopes Penha, Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido

Doutor em Engenharia Agrícola em UFCG

Andreza Dantas Albuquerque , Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido

Doutora em Ciência, Tecnologia e Sociedade

Referências

AMORIM, J. F. O.; ROSÁRIO, F.J.P.; LEVINO, N.A.; COSTA, P.M.C.R.; LIMA, D.C.S. Inovações Inclusivas em Regiões Periféricas: um estudo do Arranjo Produtivo Local de Mandioca no Agreste alagoano. Cadernos de Prospecção, v. 12, n. 2, p. 259-259, 2019.

ANJOS, R.; AZEVEDO, F. F. Das casas de farinha ao circuito espacial de produção agroindustrial de mandioca no Rio Grande do Norte. Revista GeoNordeste, v. 2, p. 139-156, 2018.

CARVALHO, A. V. Desenvolvimento de produtos e agregação de valor à mandioca. In: MODESTO JÚNIOR, M.S.; ALVES, R.N.B. Cultivo da mandioca. Brasília, DF: Embrapa, 2019. 223p.

FAO - Food and Agriculture Organization. FAOSTAT: Crops and livestock products.

Disponível em: <https://www.fao.org/faostat/en/#data/QCL>. Acesso em: 20 janeiro 2023.

FEITOSA, A. K.; LEITE, F.E.; BARROS, C.S. Análise SWOT na mandiocultura: O caso dos pequenos produtores rurais. Agropecuária Científica do Semiárido, v.11, n.2, p.1-6, 2015.

FRANCISCO, P. R. M.; SANTOS, D.; LIMA, E. R.V. Potencial Pedológico das terras do estado da Paraíba para as principais culturas. Campina Grande: EDUFCG, 2017. 102p.

FONTALVO, H. M. R.; MIRANDA, P. E. P. Comportamiento del consumidor frente a productos derivados de la yuca. Innovar, v.30 n.75, p.1-10, 2020.

GUIMARÃES, D. L. F.; SILVA, H. M. L; ANDRADE, L. P. Cadeia produtiva da mandioca no território brasileiro inovações e tecnologias uma revisão sistemática da literatura: uma revisão sistemática da literatura. Diversitas Journal, v. 7, n. 1, p. 17-25, 2022.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Coordenação de Agropecuária. Pesquisa anual da produção agrícola municipal, 2021. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/tabela/1612>. Acesso em: 25 janeiro 2023.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Coordenação de Agropecuária. Censo Agropecuário, 2017. Disponível em: <https://sidra.ibge.gov.br/tabela/1612>. Acesso em: 27 janeiro 2023.

IDEP - Instituto UFPB de Desenvolvimento da Paraíba. Plano de desenvolvimento do APL da mandioca nas zonas da mata norte e do brejo paraibano. 2019. Disponível em: <https://www.ufpb.br/idep/contents/noticias/plano-de-desenvolvimento-do-apl-da-mandioca-nas-zonas-da-mata-norte-e-do-brejo-paraibano>. Acesso em: 06 janeiro 2022.

JESUS, R. B.; COSTA, E. S. A rainha do Brasil: aspectos culturais das casas de farinha. Grau Zero—Revista de Crítica Cultural, v. 8, n. 2, p. 65-86, 2020.

MATOS, F.S.; FELICIO, R.; SILVEIRA, P.S.; GUIMARÃES, R.R.; SANTOS, P.G.F.; NASCENTE, A.C.S.; CUSTÓDIO, J.P.C.; SILVA, L.M. Produtividade de cultivares de mandioca sob déficit hídrico. Agri-environmental sciences, v. 2, n. 1, p. 15-24, 2016.

MORAIS, F.M.; DINIZ, P.T.G.A.; SANTOS, R.Z.; ALVES, S.F.; SILVA, R.R.; MEDEIROS, A.P. Casas de farinha: conhecimento tradicional e científico para superar dificuldades. Revista Práxis: saberes da extensão, v. 8, n. 17, p. 97-105, 2020.

NASCIMENTO, J. M. do; ALENCAR, N. dos S.; ALVES, D. F.; LIMA JÚNIOR, F. do O. Estudo dos efeitos da seca sobre a produção e a exportação das principais frutas cearenses (2012 a 2015). Práticas Educativas, Memórias e Oralidades-Rev. Pemo, v. 3, n. 3, p. e337168-e337168, 2021.

OLIVEIRA, E. J.; OLIVEIRA, S.A.; OTTO, C.; ALICAI, T.; FREITAS, J.P.X.; CORTES, D.F.M.; PARIYO, A.; LIRI, C.; ADIGA, G.; BALMER, A.; KLAUSER, D.; ROBINSON, M. A novel seed treatment-based multiplication approach for cassava planting material. Plos One, v. 15, n. 6, 2020.

OLIVEIRA, R. L.; SANTOS, J. S.; ZULIANI, D. Q. Casas de farinha: resistência e tradição no maciço do Baturité. Revista GeoNordeste, n. 2, pág. 59-73, 2019.

RIBEIRO, J. de M. O sistema produtivo da mandioca e seu aproveitamento industrial no estado da Bahia: Mandioca a raiz necessária ao consumo. Belo Horizonte: Editora Dialética, 2021.

ROCHA, J. D.; BURSZTYN, M. Políticas públicas territoriais e sustentabilidade no semi-árido brasileiro: a busca do desenvolvimento via arranjos produtivos locais. Revista Ciência Admin., v. 14, n. 2, p. 263-278, 2008

ROSSATO, L; ALVALÁ, R.C.S.; MARENGO, J.A.; ZERI, M.; CUNHA, A.P.M.A.; PIRES, L.B.M.; BARBOSA, H.A. Impact of soil moisture on crop yields over Brazilian semiarid. Fronteiras da Ciência Ambiental, v. 5, p. 73, 2017.

SANTOS, M. A. S.; SANTANA, A. C. Caracterização socioeconômica da produção e comercialização de farinha de mandioca no município de Portel, arquipélago do Marajó, estado do Pará. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 7, n. 5, p. 23, 2012.

SANTOS, R. S.; BRAGA, A.C.C.; FIGUEIREDO, E.L.; SILVA, N.S.; BRAGA, L.A.C. Diagnóstico higiênico-sanitário e medidas corretivas no processamento da farinha de mandioca. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 16, n. 3, p. 307-315, 2021.

SIDRA. Sistema IBGE de Recuperação Automática. 2021. Produção Agrícola Municipal. Disponível em: . Acesso em: 15 Janeiro 2023.

SILVA, M. K. D. Avaliação da sustentabilidade na produção de mandioca no município de Pedras de Fogo PB. 2013. 138p. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional) - Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2013.

SILVA, J. C. C. da; BULHÕES, L. E. L.; ESPINOSA, D. J. L.; SANTOS, J. V.; LIMA, C. L. C. de; CARTAXO, P. H. de A.; GONZAGA, K. S.; SANTOS, J. P. de O. Dinâmica da produção de Manihot esculenta Crantz no município de Arapiraca, Alagoas. Research, Society and Development, v. 9, n. 8, pág. e156985585-e156985585, 2020.

SOUZA, M. A. Arranjos produtivos locais no Brasil e na Paraíba: uma análise teórico-conceitual, normativa e experiência de um modelo de desenvolvimento. 2020. 149p. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional), Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2020.

XAVIER, A. R.; LIMA, L. A.; ANDRADE, F. A. Saberes tradicionais do cultivo da mandioca (Manihot esculenta) e a produção de farinha: estudo em Beberibe, Ceará. Revista Cocar, v. 14, n. 28, p. 781-801, 2020.

VELTHEM, L. H. V.; KATZ, E. A'farinha especial': fabricação e percepção de um produto da agricultura familiar no vale do rio Juruá, Acre. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, v. 7, p. 435-456, 2012.

ZANETTI, R. M.; MATZENBACHER, L.; LOPES A. S., CURY C.H.; SIQUEIRA, M.C, DUTRA, A.W.; FRIGO D. V.; CARLI L. L. F. Alternativas para a agricultura familiar no litoral paranaense: o caso das casas de farinha. Revista de Extensão e Estudos Rurais, v. 1, n. 1, p. 275-295, 2011.

Downloads

Publicado

2024-06-07

Como Citar

SOUSA, V. F. de O.; MELO, D. F.; PENHA, J. L.; ALBUQUERQUE , A. D.; DE OLIVEIRA SANTOS, J. P. Panorama do arranjo produtivo da mandiocultura na Paraíba com ênfase nas unidades de beneficiamento. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 658–677, 2024. DOI: 10.31416/rsdv.v12i2.1022. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/1022. Acesso em: 13 jun. 2024.

Edição

Seção

Ciências Agrárias - Artigos