Desenvolvimento de mudas de Aspidosperma parvifolium A.DC. em diferentes recipientes e substratos

Autores

  • MARIA DA PENHA MOREIRA GONÇALVES UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
  • FRANCIER SIMIÃO DA SILVA JÚNIOR INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ - IFCE, CAMPUS CRATO.
  • FÁBIO WAGNER BARBOSA DE SOUZA Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • GLEICILANE SILIPRANDI PEREIRA DA SILVA Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • PAULO CEZAR PEREIRA DA SILVA SILIPRANDI Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v7i3.78

Palavras-chave:

substratos alternativos, mudas nativas, tubetes, bagana de carnaúba

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desenvolvimento de mudas de Aspidosperma parvifolium em diferentes recipientes e substratos em viveiro. Os tratamentos testados foram os seguintes: T1 = Saco de polietileno com 60% de composto orgânico de poda e 40% de vermiculita; T2 = Tubete T280 com 60% de composto orgânico de poda e 40% de vermiculita, T3 = Tubete T110 com 60% de composto orgânico de poda e 40% de vermiculita e T4 = Tubete T110 com 60% de composto orgânico de poda e 40% de bagana de carnaúba. Aos 120 dias após o transplantio, foram determinadas as características morfológicas de todas as plantas, sendo analisadas as seguintes variáveis: altura da parte aérea (H), diâmetro do coleto (DC) e número de folhas (NF). Mudas de Aspidosperma parvifolium conseguem atingir melhor desenvolvimento quando utilizados recipiente do tipo tubete com capacidade de 280 cm³. O substrato composto por bagana de carnaúba apresenta-se mais favorável à produção de mudas da espécie, sendo, portanto recomendado o seu uso em viveiro.

Biografia do Autor

MARIA DA PENHA MOREIRA GONÇALVES, UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

Doutora em Ciências Florestais, Departamento de Ciência Florestal - UFRPE

FRANCIER SIMIÃO DA SILVA JÚNIOR , INSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ - IFCE, CAMPUS CRATO.

Mestre em Agronomia - UFCA

FÁBIO WAGNER BARBOSA DE SOUZA, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Engenheiro Florestal - UFRRJ

GLEICILANE SILIPRANDI PEREIRA DA SILVA, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Engenheira Agrônomo - UFRRJ

PAULO CEZAR PEREIRA DA SILVA SILIPRANDI, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Engenheiro Agrônomo - UFRRJ

Referências

ABREU, A. H. M.; LELES, P. S. S.; MELO, L. A.; FERREIRA, D. H. A. A.; MONTEIRO, F. A. S. Produção de mudas e crescimento inicial em campo de Enterolobium contortisiliquum produzidas em diferentes recipientes. Revista Floresta, 45: 141 -150, 2015.

ALMEIDA, D.S. Produção de sementes e mudas florestais. In: Recuperação ambiental da Mata Atlântica. 3ed. Ilhéus, Editus, 2016. 170-182p.

ANTONIAZZI, A.P.; BINOTTO, B.; NEUMANN, G.M. BUDKE, J.C. & SAUSEN, T.L. Eficiência de recipientes no desenvolvimento de mudas de Cedrela fissilis Vell. (Meliaceae). Revista Brasileira de Biociências, 11: 313-317, 2013.

ARAÚJO, E. F.; AGUIAR, A. S.; ARAUCO, A. M. S.; GONÇALVES, E. O.; ALMEIDA, K. N. S. Crescimento e qualidade de mudas de paricá produzidas em substratos à base de resíduos orgânicos. Revista Nativa, 5: 16-23, 2017.

ARAÚJO, E.F.; ARAUCO, S.A.M.; LACERDA, J.J.J.; RATKE, F.R. & MEDEIROS, C.J. Crescimento e balanço nutricional de mudas de Enterolobium contortsiliquum com aplicação de substratos orgânicos e água residuária. Pesquisa Florestal Brasileira, 36:169-177, 2016.

BARATTA JÚNIOR, A.P. Utilização do composto de resíduos da poda da arborização urbana em substratos para produção de mudas. 2007. 53f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais)-Instituto de Florestas, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2007.

CASTRO, V.C. de; FERNANDES, M.M.; FERNANDES, M.R.M. & NÓBREGA, R.S.A. Avaliação de diferentes substratos orgânicos para mudas de Enterolobium contortisiliquum em uma área desertificada. Revista Agrogeoambiental, 8: 101-109, 2016.

CAVA, M.G.B.; ISERNHAGEN, I.; MENDONÇA, A.H.& DURIGAN, G. Comparação de técnicas para restauração da vegetação lenhosa de Cerrado em pastagens abandonadas. Hoehnea, 43: 301-315, 2016.

CHEN, X.; YUAN, H.; CHEN, R.; ZHU, L.; DU, B.; WENG, Q. & HE, G. Isolation and characterization of triacontanol-regulated genes in rice (Oryza sativaL.): Possible role of triacontanol as a plant growth stimulator. Plant and Cell Physiology, 43: 869-876, 2002.

COELHO, M.F.B. & DOMBROSKI, J.L.D. Cultivo, manejo e micropropagação de nó-de-cachorro (Heteropteris aphrodisiaca O. Mach. -Malpighiaceae): espécie de uso medicinal em Mato Grosso. Cuiabá, FAPEMAT, 2006. 95p.

COELHO, M.F.B.; SOUZA, R.L.C.; ALBUQUERQUE, M.C.F.; WEBER, O.S. & NOGUEIRA BORGES, H.B. Qualidade de mudas de nó-de-cachorro (Heteropteris aphrodisiaca O. Mach.) em diferentes substratos. Rev. Bras. Pl. Med., 10: 82-90, 2008.

CORREA, R. S. Reabilitação Ambiental: a Vegetação Além do Paisagismo. Revista Paranoá. 14: 43-50, 2015.

COSTA, E.; LEAL, P. A. M.; REGO, N. H. & BENATTI, J. Desenvolvimento inicial de mudas de jatobazeiro do cerrado em Aquidauana-MS. Rev. Bras. Frutic., 33: 215-226, 2011.

COSTA, M.C.; ALBUQUERQUE, M.C.F.; ALBRECHT, J.M.F. & COELHO, M.F.B. Substratos para produção de mudas de jenipapo (Genipa americana L.). Pesquisa Agropecuária Tropical, v.35, n.1,p.19-24, 2005.

FARIA, J.C.T.; CALDEIRA, M.V.W.; DELARMELINA, W.M. & ROCHA, R.L.F. Substratos alternativos na produção de mudas de Mimosa setosa Benth. Ciência Florestal, 2: 1075-1086, 2016.

FENILLI, T. A. B.; SCHORN, L. A. & NASATO, S. K. Utilização do pó de fumo no substrato para produção de mudas de tucaneira. Revista acadêmica –ciências agrárias e ambientais, 8: 183-190, 2010.

FERNANDES, E. T. Fotossíntese e crescimento inicial de clones de eucalipto sob diferentes regimes hídricos.2012. 113p. Dissertação. (Mestrado em Agronomia) -Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da conquista, 2012.

FERRAZ, A.V.; ENGEL, V.L. Efeito do tamanho de tubetes na qualidade de mudas de jatobá (Hymenaea courbaril L. var. stilbocarpa (Hayne) Lee et Lang.), ipê-amarelo (Tabebuia chrysotricha (Mart. ex DC.) Sandl.) e guarucaia (Parapiptadenia rigida (Benth.) Brenan). Revista Árvore, 35: 413 -423, 2011.

FERREIRA, C. S.; NUNES, J. A. R. & GOMES, R. L. F. Manejo de corte das folhas de Copernicia prunifera (Miller) H. E. Moore no Piauí. Revista Caatinga, 26: 25-30, 2013.

GASPARIN, E.; AVILA, A. L.; ARAUJO, M. M.; CARGNELUTTI FILHO, A.; DORNELES, D. U. & FOLTZ, D. R. B. Influência do substrato e do volume de recipiente na qualidade das mudas de Cabralea canjerana (Vell.) Mart. em viveiro e no campo. Ciência Florestal, 24: 553-563, 2014.

GONZAGA, L.M.; SILVA, S.S.; CAMPOS, S.A.; FERREIRA, R.P.; CAMPOS, A.N.R. & CUNHA, A.C.M.C.M. Recipientes e substratos para a produção de mudas de jatobá (Hymenaea courbaril L.). Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, 6: 64-73, 2016.

LORENZI, H. Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil. 5ed. Nova Odessa, Editora Plantarum, 2008. 43p.

LUSTOSA FILHO, J.F.; NÓBREGA, J.C.A.; NÓBREGA, R.S.A.; DIAS, B.O.; AMARAL, F. H. C. & AMORIM, S. P. N. Influence of organic substrates on growth and nutrient contents of jatobá (Hymenaea stigonocarpa). African Journal of Agricultural Research, 10: 2544-2552, 2015.

MACHADO, I. C.; LOPES, A. V.; PÔRTO, K. C. Reserva Ecológica de Dois Irmãos: Estudo em um Remanescente de Mata Atlântica em Área Urbana. Recife, Editora Universitária -UFPE, 1998. 326p.

MARIANO JÚNIOR, J. A. & MARQUES, L. G. A. Cera de Carnaúba. Cadernos de Prospecção, 2: 36-38, 2009.

MURAISHI, R. I.; GALBIATTI, J.A.; NOBILE, F.O. & BARBOSA, J.C. Compostos orgânicos como substratos na formação de mudas de ipê-amarelo (Tabebuia chrysotricha (Mart. ex. dc.) Standl) irrigadas com água residuária. Engenharia Agrícola. v.30, n.6, p.1081-1088, 2010.

NOVAES, A.B.; SILVA, H.F.; SOUSA, G.T.O. & AZEVEDO, G.B. Qualidade de mudas de nim indiano produzidas em diferentes recipientes e seu desempenho no campo. Floresta, 44: 101-110. 2014.

OLIVEIRA, M. C.; OGATA, R. S.; ANDRADE, G. A.; SANTOS, D. S.; SOUZA, R. M.; GUIMARÃES, T. G.; SILVA JÚNIOR, M. C.; PEREIRA, D. J. S. & RIBEIRO, J. F. Manual de viveiro e produção de mudas: espécies arbóreas nativas do Cerrado. Brasília, Editora Rede de Sementes do Cerrado, 2016. 124p.

PILON, N. L.; DURIGAN, G. Critérios para indicação de espécies prioritárias para restauração da vegetação de cerrado. Scientia Forestalis, 41: 389-399, 2013.

PUÉRTOLAS, J.; JACOBS, D. F.; BENITO, L. F. & PEÑUELAS, J. L. Costbenefit analysis of different container capacities and fertilization regimes in Pinus stock-type production for forest restoration in dry Mediterranean areas. Ecological Engineering, 44: 210-215, 2012.

ROS, C.H.; REX, F.E.; RIBEIRO, I.R.; KAFER, P.S.; RODRIGUES, A.C.; SILVA, R.F. & SOMAVILLA, L. Uso de Substrato Compostado na Produção de Mudas de Eucalyptus dunnii e Cordia trichotoma. Floresta e Ambiente, 22: 549-558, 2015.

SILVA, F.G. Substrato com composto de lixo e poda de árvore para produção de mudas de Pterogyne nitens. 2011. 53f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2011.

SITINJAK, R. R. & PANDIANGAN, D. The effect of plant growth regulator triacontanol to the growth of cação seedlings (Theobroma cacao L.). Agrivita, 36: 260-267, 2014.

SOUZA, C.A.M.; OLIVEIRA, R.B.; MARTINS FILHO, S. & LIMA, J.S. Desenvolvimento em campo de espécies florestais em diferentes condições de adubação. Ciência Florestal, 16: 243-249, 2006.

VARGAS, F.S.; REBECHI, R.J.; SCHORN, L.A. & FENILLI, T.A.B. Efeitos da mudança de recipiente em viveiro na qualidade de mudas de Cassia leptophylla Vogel, Eugenia involucrata DC. e de Cedrela fissilis Vell. Revista Acadêmica: Ciências Agrárias e Ambientais, 9: 169-177, 2011.

VIEIRA, C.R. & WEBER, O.L.S. Produção de mudas de eucalipto em diferentes composições de substratos. Revista de estudos ambientais, 18: 25-34, 2016.

Downloads

Publicado

2019-12-31

Como Citar

GONÇALVES, M. D. P. M. .; SILVA JÚNIOR , F. S. D. .; SOUZA, F. W. B. D. .; SILVA, G. S. P. D. .; SILIPRANDI, P. C. P. D. S. . Desenvolvimento de mudas de Aspidosperma parvifolium A.DC. em diferentes recipientes e substratos. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 7, n. 3, p. 285–293, 2019. DOI: 10.31416/rsdv.v7i3.78. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/78. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Agrárias - Artigos