Determinação de um índice de conforto térmico para ovinos da raça Dorper

Autores

  • Aline Medeiros de Paula Mendes IFSertãoPE
  • Marcilio de Azevedo Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Paulo Roberto Cecon Universidade Federal de Viçosa
  • Guilherme Rocha Moreira Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Ângela Maria Quintão Lana Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v5i2.130

Palavras-chave:

ambiência, bioclimatologia, estresse calórico, produção de ovinos, ovinos

Resumo

Foram observados vinte ovinos da raça Dorper, com idade média de 20 meses, machos, inteiros, no município de Arcoverde-PE, com o objetivo de desenvolver um índice de conforto térmico para a raça utilizando análise multivariada, e estimar seus níveis críticos. Os animais foram mantidos confinados em apriscos cobertos e avaliados à sombra, de manhã (6h30min.) e à tarde (12h30min.) em relação aos seus parâmetros fisiológicos temperatura retal (TR, °C), frequência respiratória (FR, mov./min.). A equação obtida do índice de conforto térmico foi ICTD = Ta × 0,46956 + Tgn × 0,47194 + vv × 0,19221, em que Ta é a temperatura do ar (°C), Tgn é a temperatura de globo negro (°C) e Vv é a velocidade do vento (m/s). O ICTD (Índice de Conforto Térmico para Ovinos Dorper) foi comparado com o ITU (Índice de Temperatura e Umidade) e o ICT (Índice de Conforto Térmico), apresentando correlações significativas com a FR (r = 0,6910) e TR (r = 0,3360). Os níveis críticos estimados, para o ICTD foram 31,0 e 23,9, considerando a TR e FR como referência, respectivamente

Biografia do Autor

Aline Medeiros de Paula Mendes , IFSertãoPE

Professora EBTT IFSertão-PE, Campus Ouricuri.

Marcilio de Azevedo , Universidade Federal Rural de Pernambuco

Profoessor Titular
Departamento de Zootecnia - UFRPE

Paulo Roberto Cecon , Universidade Federal de Viçosa

Professor Titular
Departamento de Estatística - DET/UFV

Guilherme Rocha Moreira , Universidade Federal Rural de Pernambuco

Professor Adjunto II
Departamento de Estatística e Informática da UFRPE

Ângela Maria Quintão Lana , Universidade Federal de Minas Gerais

Professora Titular
Departamento de Zootecnia
Escola de Veterinária

Referências

ALHIDARY, I. A.; SHINI, S.; AL JASSIM, R. A. M.; GAUGHAN, J. B. Physiological responses of Australian Merino wethers exposed to high heat load. Journal Animal Science, n. 90, p.212–220. 2012.

AZEVEDO, M.; PIRES, M.F.A.; SATURNINO, H.M.; LANA, A. M. Q.; SAMPAIO, I. B. M.; MONTEIRO, J. B. N.; MORATO, L. E. Estimativa de níveis críticos superiores do índice de temperatura e umidade para vacas leiteiras ½, ¾ e ⅞ Holandês-Zebu em lactação. Revista Brasileira de Zootecnia, v.34, n.6, p.2000-2008. 2005.

BATISTA, N. L.; SOUZA, B. B.; OLIVEIRA, G. J. C.; ROBERTO, V. B.; ARAÚJO, R. P.; RIBEIRO, T. L. A.; SILVA, R. A. Tolerância ao calor em ovinos de pelames claro e escuro submetidos ao estresse térmico. Journal Animal Behaviour Biometeorology, v.2, n.3, p.102-108, 2014.

BARBOSA, O.R.; SILVA, R.G. Índice de conforto térmico para ovinos. Boletim de Indústria Animal, v.52, n.1, p.29-35, 1995.

BARBOSA, O.R.; MACEDO, F.A.F.; GROES, R.V.; GUEDES, J. M. F. Zoneamento bioclimático da ovinocultura no estado do Paraná. Revista Brasileira de Zootecnia, v.30, n.2, p.454-460, 2001.

BEZERRA, W. M. A. X.; SOUZA, B. B.; SOUSA, W. H.; CUNHA, W. H. G. G.; BENÍCIO, T. M. A. Comportamento fisiológico de diferentes grupos genéticos de ovinos criados no semiárido paraibano. Revista Caatinga, v. 24, n. 1, p. 130-136, 2011.

CEZAR, M. F.; SOUZA, B. B.; SOUZA, W. H.; PIMENTA FILHO, E. C.; TAVARES, G. P.; MEDEIROS, G. X. Avaliação de parâmetros fisiológicos de ovinos Dorper, Santa Inês e seus mestiços perante condições climáticas do trópico semi-árido nordestino. Revista Ciência Agrotécnica, v.28, n.3, p.614-620. 2004.

ENCARNAÇÃO, C.R.F. DA. Observações meteorológicas e tipos climáticos das unidades e campos experimentais da Empresa IPA. Recife: Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária, 117p. 1980.

HAHN, G.L., GAUGHAN, J.B., MADER, T.L., EIGENBERG, R.A. Thermal Indices and Their Applications for Livestock Environments. In: Livestock Energetics and Thermal Environmental Management. Ed J.A De Shazer. St. Joseph, USA, 2009.p. 113-130.

KUBRUSLY. L. S. Um procedimento para calcular índices a partir de uma base de dados multivariados. Revista Pesquisa Operacional, v. 21, n. 1, p.107-117.2001.

LEMERLE, C.; GODDARD, M.E. Assessment of heat stress in dairy cattle in Papua New Guinea. Topical Animal Health and Production, v.18, n.4, p.232-242, 1986.

MAIA, M. S.; SILVA, J. V. C.; MEDEIROS, I. M.; LIMA, C. A. C.; MOURA, C. E. B. Características seminais de carneiros das raças Dorper, Santa Inês e mestiços em condições de clima tropical. Revista Ciência Veterinária nos Trópicos, v. 18, n. 1 p. 20-25. 2015.

MEDEIROS, C. M.; BAÊTA, F. C.; OLIVEIRA, R. F. M; TINÔCO, I.F. F.; ALBINO, L. F. T.; CECON, P. R. Índice térmico ambiental de produtividade para frangos de corte. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.9, n.4, p.660-665, 2005.

MENDES, A. M. P.; AZEVEDO, M.; LOPES, P. M. O.; MOURA, G. B. A. Zoneamento bioclimático para a raça ovina Dorper no Estado de Pernambuco. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.49, n.12, p.986-993. 2014.

NEVES, M.L. M. W. Índices de conforto térmico para ovinos Santa Inês de diferentes cores de pelame em condições de pastejo. 77f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia). Recife – PE: UFRPE, 2008.

NEVES, M. L. M. W.; AZEVEDO, M.; COSTA, L. A. B.; GUIM, A.; LEITE, A. M.;CHAGAS, J. C. Níveis críticos do Índice de Conforto Térmico para ovinos da raça Santa Inês criados a pasto no agreste do Estado de Pernambuco. Revista Acta Scientiarum Animal Sciences, v. 31, n. 2, p. 169-175, 2009.

SAEG. SAEG: Sistema para Análises Estatísticas, versão 9.1. Viçosa: UFV, 2007.

SANTOS, M. M.; AZEVEDO, M.; COSTA, L. A. B.; SILVA FILHO, F. P.; MODESTO, E. C.; LANA, A. M. Q. Comportamento de ovinos da raça Santa Inês, de diferentes pelagens, em pastejo. Revista Acta Scientiarum Animal Sciences, v. 33, n. 3, p. 287-294, 2011.

SEVERINO, C. S. J.; FAÇANHA-MORAIS, D. A. E.; VASCONCELOS, A. M.; NERY, K. M.; MORAIS, J. H.G.; GUILHERMINO, M. M. Características termorreguladoras de caprinos, ovinos e bovinos em diferentes épocas do ano em região semiárida. Revista Científica Produção Animal. v. 10, n. 2, p. 127-137, 2008.

Silanikove, N. Effects of heat stress on the welfare of extensively managed domestic ruminants. Livestock Production Science, [S.l.], v.67, p.1-18, 2000.

SILVA, R. G. Biofísica Ambiental – Os animais e seu ambiente. Jaboticabal: Funep, 2008, 393p.

TABAREZ-ROJAS, A.; PORRAS-ALMERAYA, A.; VAQUERA-HUERTA, H.; HERNÁNDEZ-IGNACIO, J.; VALENCIA, J.; ROJAS-MAYA, S.; HERNÁNDEZ-CERÓN, J. Desarrollo embrionário em ovejas Pelibuey y Suffolk em condiciones de estrés calórico. Revista Agrociencia, v. 43, n. 7, p. 671-679. 2009.

THOM, E.C. Cooling degree: Day air conditioning, heating, and ventilating. Transations of the Amer. Soc. Heating, Refrigerationg and Air-Conditioning Engrs. V.55, p.65-72, 1958.

WEST, J.W.; MULLINIX, B.G.; BERNARD, J.K. Effects of hot, humid weather on milk temperature, dry matter intake and milk yield of lactating dairy cows. Journal Dairy Science, v.86, n.6, p.232-242, 2003.

Downloads

Publicado

2017-08-31

Como Citar

MENDES , A. M. de P. .; AZEVEDO , M. de .; CECON , P. R. .; MOREIRA , G. R.; LANA , Ângela M. Q. . Determinação de um índice de conforto térmico para ovinos da raça Dorper. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 88–95, 2017. DOI: 10.31416/rsdv.v5i2.130. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/130. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Agrárias - Artigos