Tendências da Educação à Distância e as instituições de Ensino Superior no Brasil do século XXI

Autores

  • Ana Cristina Barbosa Oliveira UNIVASF
  • Aline Monia Alves de Carvalho Souza UNIVASF
  • Andrea de Souza Silva Soares UNIVASF
  • Roberto Remígio Florêncio IFSertãoPE http://orcid.org/0000-0003-3590-9022

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v6i2.116

Palavras-chave:

Educação a Distância, Inovação Tecnológica

Resumo

O presente manuscrito tem o objetivo de analisar a Educação à Distância no Brasil do século XXI, reconhecendo a importância da participação das IES na democratização do Ensino Superior, mas observando criticamente o filão desse mercado enquanto elemento constituinte de promoção de competências e habilidades para o exercício profissional. A pesquisa ocorreu durante os meses de outubro/2017 a março/2018, em sites e portais especializados e das principais instituições promotoras de cursos superiores na modalidade EaD, pesquisas bibliográficas e entrevistas com especialistas, utilizando os métodos de Análise de Conteúdo, por Bardin (2009). Os resultados são, além de um grande apanhado de informações sobre a problemática, fissuras paradigmáticas em relação ao ensino à distância, características da modalidade e uma profunda discussão sobre o acesso, evasão e resultados de dos cursos oferecidos de forma não presencial.

Biografia do Autor

Ana Cristina Barbosa Oliveira , UNIVASF

Psicopedagogia

Aline Monia Alves de Carvalho Souza , UNIVASF

Educação a Distância

Andrea de Souza Silva Soares , UNIVASF

Educação

Referências

ABEP – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa. Censo EAD Brasil ,2016 Disponível em:< http://abed.org.br/censoead2016/Censo_EAD_2016_portugues.pdf>. Acesso em: 4 de Dez. 2017.

ABMES. Portaria normativa Nº 11, de 20 de junho de 2017, Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior. Disponível em: <https://abmes.org.br/arquivos/legislacoes/Port-Normativa-011-2017-06-20.pdf>. Acesso em: 20 de jan 2018.

ALVES, Lucineia. Educação a distância: conceitos e história no Brasil e no mundo. Disponível em: abed.org.br/revistacientifica/Revista_PDF_Doc/2011/Artigo_07.pdf> Acesso em: 31 de jan. 2018.

ARETIO, L. G. La educación a distancia: De la teoria a la práctica. Barcelona: Editorial Ariel, 2001.

AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem –UNIVIRTUS –UNINTER. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=j7HFHMM_FEg> Acesso em 26 de fev. 2018.

AZEVEDO, Wilson. Educação a distância na universidade do século XXI. 2000. Disponível em: <http://www.aquifolium.com.br/educacional/artigos/spof2.html>. Acesso em 19 fev 2018.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

BARROSO, Marcella. Oensino de artes na educação a distância: reflexões, benefícios e limites. Disponível em: uninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/viewFile/161/128. Acesso em 01de fev. 2018.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a Distância. Campinas: Autores Associados, 2008.

BRASIL. Leis e Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Decreto n. 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei 9.394/96, 20 dez. 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, ano 134, n. 248, p. 27833-27841, dez. 2005. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2018.

BRASIL. Lei nº 13.620, de 15 janeiros de 2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13620.htmAcesso em: 23 de jan 2018.

BRASIL. Lei Nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm. > Acesso em: 23 de jan 2018.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação, 20 de dezembro de 1996. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/leis/L9394.htm>. Acesso em 15 de jan. 2018.

COLABORAR. <http://www.unoparead.com.br/unopar/nosso-sistema.jsp> Acesso em 23 de Nov. 2017. Disponível em: <https://querobolsa.com.br/revista/unopar-colaborar> Acesso em 26 de fev. 2018.

COMISSÃO EUROPEIA, (2002). Educação e formação na Europa: sistemas diferentes, objectivos comuns para 2010. Luxemburgo: Serviço das Publicações Oficiais das Comunidades Europeias

COUTINHO, C. P. (2006). Utilização de blogues na formação inicial de professores: um estudo exploratório. In PANIZO et al (Eds.) Proceedings of the 8th International Symposium on Computers in Education, (Vol 2), pp. 157-164.

COUTINHO, Clara Pereira, BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista. Blog e Wiki: Os Futuros Professores e as Ferramentas da Web 2.0. 2007. Disponível em: <https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/7358/1/Com%20SIIE.pdf>. Acesso em 20fev. 2018.

GERAÇÃO INTERATIVA: Agencia de Marketing Digital. Disponível em: < http://geracaointerativa.com.br/noticias-marketing-digital/como-criar-um-portal.html>. Acesso em: 18 Jan. 2018.

GOMES, M. J. (2005). Blogs: um recurso e uma estratégia pedagógica . VII Simpósio Internacional de Informática Educativa –SIIE05 , p. 311-315. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/4499/1/Blogs-final.pdf.Acesso em 21 fev 2018.

INEP-Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Legislação e Documentos. Censo da Educação Superior de 2016. Disponível em: . Acesso em: 4 Dez. 2017.

KENSKY, Vani Moreira. Educação e Internet no Brasil. Disponível em: <http://www.pucrs.br/ciencias/viali/doutorado/ptic/textos/Kenski.pdf> Acesso em 15 de jan. 2018.

LANDIM,C. M. das M. P. F. Educação a distância: algumas considerações. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 1997.

LEMGRUBER, Márcio Silveira. Educação a Distância: para além dos caixas eletrônicos. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/arquivos/conferencia/documentos/marcio _lemgruber.pdf> Acesso em 31 de jan. 2018.

LICHESKI, L. C., &FADEL, L. M. (2013). (In) acessibilidade digital. Revista Brasileira de Design da Informação, 10(2), 104-122. Disponível em:< https://www.infodesign.org.br/infodesign/article/view/185. Acesso em 30 de Jan. 2018.

LITTO, FREDRIC M. As interfaces da EAD na educação brasileira. REVISTA USP, São Paulo, n. 100,p. 57-66, DEZEMBRO/JANEIRO/FEVEREIRO 2013-2014. Disponível em: . Acesso em 21 fev 2018.

LUCENA, M. (1997a). Um Modelo de Escola Aberta na Internet: O Projeto Kidlink no Brasil. Tese de Doutorado. Rio de Janeiro, RJ: COPPE/Sistemas/UFRJ.

LUCENA, M. (1997b). Um Modelo de Escola Aberta na Internet: Kidlink no Brasil. Rio de Janeiro, RJ: Editora Brasport. POSTMAN, N.,(1996). The End of Education (New York: Vintage Books).

MARTINS, Karine e FROM, Danieli Aparecida. A Importância da Educação a Distância na Sociedade Atual. Artigo. http://www.assessoritec.com.br/wp-content/uploads/sites/641/2016/12/Artigo-Karine.pdf. Acesso em 11de fevereiro de 2018.

MICHAELIS. Disponível em: <http://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/delivery/> Acesso em 31 de jan. 2018.

MIRANDA, Luísa Augusta Vara. Educação Online: Interacção e Estilos de Aprendizagem de Alunos do Ensino Superior numa Plataforma Web. Tese de doutoramento em educação. Universidade do Minho Braga, 2005. Disponível em:<https://bibliotecadigital.ipb.pt/bitstream/10198/1120/1/TeseDoutoramento_LuisaMiranda.pdf>. Acesso em: 11 fev. 2018.

MORAN, José. O que é educação a distância. Disponível em: <http://www2.eca.usp.br/moran/ wp-content/uploads/2013/12/dist.pdf> Acesso em 31 de jan. 2018.

MOTTA, Alexandre; GAVILON, Igor; Introdução à educação a distância e ambiente virtual de ensino –aprendizagem. Florianópolis : Publicações do IF-SC , 2010. 92p. : il. ; 27,9cm.

PEREIRA, Alice Theresinha Cybis, SCHMITTE Valdenise, DIAS, Maria Regina Álvares C. Livro Ambientes Virtuais de Aprendizagem. 2007. Disponível em: <http://www.pucrs.br/ciencias/viali/tic_literatura/artigos/ava/2259532.pdf>. Acesso em 20 de fev. 2018.

PILLA, Bianca Smith. Desenvolvimento de um Sistema de avaliação de e-learning corporativo. Programa de pós-Graduação em administração. UFRGS, Porto alegre. 2007. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/10673/000600039.pdf?sequence=1>. Acesso em 25de fev 2018.

REVISTA DIÁLOGO EDUCACIONAL. A Educação a Distância no Brasil: conceitos e fundamentos. Marcio Mugnol. Curitiba, v. 9, n. 27, 2009.

SANTOS, Edméa Oliveira dos. Ambientes Virtuais de Aprendizagem: Por autorias livre, Plurais e Gratuitas. Disponível em: <http://www.comunidadesvirtuais.pro.br/hipertexto /home/ava.pdf> Acesso em 26 de fev. de 2018.

SANTOS, Júlio César F. Aprendizagem Significativa: modalidades de aprendizagem e o papel do professor. 2 ed. Porto Alegre, Rio Grande: Editora Mediação Distribuidora e Livraria Ltda., 2008.

TURBAN, E.; KING, D. Comércio Eletrônico: Estratégia e Gestão. São Paulo: Pearson, 2004.

UNINTER. Disponível em: <http://univirtus.uninter.com/ava/web/> Acesso em 23 de Nov. de 2017.

UNICESUMAR. Disponível em: <http://online.universo.edu.br/universo-ead/> Acesso em 25 de jan. de 2018.

UNICESUMAR EAD. Studeo (Ambiente Virtual de Aprendizagem). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=XTUXPhVCLoQAcesso em 25 de jan. de 2018.

Downloads

Publicado

2018-08-31

Como Citar

OLIVEIRA , A. C. B.; SOUZA , A. M. A. de C. .; SOARES , A. de S. S. .; FLORÊNCIO , R. R. Tendências da Educação à Distância e as instituições de Ensino Superior no Brasil do século XXI. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 108–119, 2018. DOI: 10.31416/rsdv.v6i2.116. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/116. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Humanas - Artigos