Formação profissional em recursos educacionais abertos

Autores

  • Francisco Kelsen Oliveira IFSertãoPE
  • Kélvya Freitas Abreu IFSertãoPE
  • Antônio Anderson da Silva Gomes IFSertãoPE

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v3i2.173

Palavras-chave:

Recursos Educacionais Abertos, Formação docente, Tecnologia de Informação e Comunicação

Resumo

Este artigo objetiva traçar um perfil dos docentes participantes do Curso de Recursos Educacionais Abertos (CREA) e levantar os requisitos de ambientes e ferramentas que promovam uso e adoção dos Recursos Educacionais Abertos (REA). Para isso, o CREA abordou conceitos, definições, tecnologias e licenças de REAs; modelos de negócios, repositórios e ambientes de compartilhamento de exemplos de REAs, e práticas educacionais abertas (PEA). Nessa ocasião, aspectos qualitativos e quantitativos foram considerados e analisados a partir dos instrumentos de coleta de dados como questionários online, bem como foram observadas as interações nas discussões dos participantes na Rede Social Educacional (RSE) Edmodo. O uso das ferramentas online para oferta do CREA favoreceu a participação de professores dos estados do Ceará e Pernambuco. A análise dos resultados do CREA, então, tornou possível perceber o interesse dos participantes do CREA em usar ou adequar REAs e PEAs em seus ambientes laborais, já que alguns partícipes conheciam os conceitos, mas não trabalharam com REAs e PEAs, enquanto outros desconheciam tais possibilidades.

Biografia do Autor

Francisco Kelsen Oliveira, IFSertãoPE

Coordenação de Informática - Campus Salgueiro - IF Sertão-PE

Kélvya Freitas Abreu, IFSertãoPE

Coordenação Propedêutica - Campus Salgueiro - IF Sertão-PE

Antônio Anderson da Silva Gomes , IFSertãoPE

Bolsista do Programa de Extensão (PIBEX), discente do Ensino Médio Integrado em Edificações, - Campus Salgueiro - IF Sertão-PE

Referências

ABREU, K. F.; OLIVEIRA, F. K. Redes

sociais educacionais: instrumentos auxiliares

no ensino de língua espanhola. In: LIMA, S.

C.; BATISTA JUNIOR, J. R. L. (Org.)

Linguagens: relatos de experiências da

educação profissional e tecnológica. Natal:

IFRN, 2014. p. 95-98.

AMIEL, T.; OREY, M.; WEST, R. E. Recursos

educacionais abertos (REA): modelos para

localização e adaptação. ETD: Educação

Temática Digital, n. 12, p. 112-125, 2011.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição

da República Federativa do Brasil:

promulgada em 5 de outubro de 1988. Contém

as emendas constitucionais posteriores.

Brasília, DF: Senado, 1988.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R.

Metodologia científica. 6aed. São Paulo:

Pearson Prentice Hall, 2007.

CONOLE, G.; EHLERS, U. et al. Relatório 3.1

do projeto OPAL 2010. Disponível em:

http://www.oer-quality.org/publications/project-

deliverables. Acesso em: 12 de outubro de

CORNILS, P. Um computador por aluno.

Quando? Onde? Como?. In: A Rede, v. 7, n.

, p. 10-17, 2011. Disponível em:

http://www.arede.inf.br/inclusao/edicoes-

anteriores/184-edicao-no-74-

outubro2011/4795-capa. Acesso em: 12 de

outubro de 2012.

CUBAN, L. Oversold and underused:

computers in the classroom. Cambridge,

Massachusetts: Harvard University Press, 2001.

CYSNEIROS, P. G. Programa nacional de

informática na educação: Novas tecnologias,

velhas estruturas. In: BARRETO, R. G. (Ed.).

Tecnologias educacionais e educação a

distância: aliando políticas e práticas. Rio de

Janeiro: Quartet, 2001.

DECLARAÇÃO DA CIDADE DO CABO.

Declaração de Cidade do Cabo para

Educação Aberta: Abrindo a promessa de

Recursos Educativos Abertos. Cape Town,

Disponível em:

http://www.capetowndeclaration.org/translation

s/portuguese-translation. Acesso em: 12 de

outubro de 2012.

FSF (FREE SOFTWARE FOUNDATION).

Libre Documentation Explained. Disponível

em: https://www.gnu.org/gwm/libredocxml/x53.htm

l. Acesso em: 11 de novembro de 2014.

LAVINAS, L.; CAVENAGHI, S. Avaliação de

Impacto Social do Projeto UCA-TOTAL.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M.

Fundamentos de metodologia científica. 5.

ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MONTOYA, M. S. R.; AGUILAR, J. V. B.

Recursos educativos abiertos en ambientes

enriquecidos con tecnología. México:

Editorial INNOVATE, 2010.

MORAIS, E.; RIBEIRO, A.; AMIEL, T.

Recursos educacionais abertos (REA): um

caderno para professores. Campinas, SP:

Educação Aberta, 2011. Disponível em:

http://goo.gl/J6S8xM. Acesso em: 21 de julho

de 2014.

OLIVEIRA, F. K.; OLIVEIRA, O. S. Edmodo:

uma rede social educacional. In: Anais do 4o

Simpósio Hipertexto e Tecnologia na

Educação. Recife: EDUFPE/Pipa

Comunicação, 2012, p. 1-16. Disponível em:

Acesso em: 21 de julho de 2014.

OLIVEIRA, F. K. O vídeo pela Internet como

ferramenta educacional no ensino da

Geometria. 2010. 102f. Dissertação (Programa

de Pós-Graduação em Ciências da

Computação) - UECE, Fortaleza, 2010.

PADOVAN, V. T.; SANCHES, L. M. P.;

CARITÁ, E. C. Uso de redes sociais n o

processo ensino aprendizagem: Avaliação de

suas características. In 17o Congresso

Internacional de Educação a Distância,

XVII, 2011, Manaus-AM. Anais do 17o

Congresso Internacional de Educação a

Distância. Ribeirão Preto-SP: Associação

Brasileira de Educação a Distância, 2011, p.1-

Disponível em:

http://www.abed.org.br/congresso2011/cd/61.p

df. Acesso em: 12 de outubro de 2012.

SILVA, A. P. S. S.; COGO, A. L. P.

Aprendizagem de punção venosa com objeto

educacional digital no curso de graduação em

enfermagem. Revista Gaúcha de

Enfermagem. Porto Alegre/RS, v. 28, n. 2,

p.185-192, 2007.

SORJ, B.; LISSOVSKY, M. Internet nas

escolas públicas: política além da política.

Centro Edelstein de Pesquisas Sociais. Rio de

Janeiro. 2011.

TAURION, C. Software Livre -

Potencialidades e Modelos de Negócios. 1a

ed. São Paulo: Brasport, 2004.

UNESCO (ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES

UNIDAS PARA EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E

CULTURA). UNESCO and education:

"Everyone has the right to education".

UNESCO. Paris. 2011

WILEY, D. A. The Current State of Open

Educational Resources. 2005. Disponível em:

http://goo.gl/HAR4s5. Acesso em: 12 de

outubro de 2012.

Downloads

Publicado

2015-08-31

Como Citar

OLIVEIRA, F. K. .; ABREU, K. F. .; GOMES , A. A. da S. . Formação profissional em recursos educacionais abertos. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 98–109, 2015. DOI: 10.31416/rsdv.v3i2.173. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/173. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Exatas e da Terra - Artigos