Propagação vegetativa de cacaueiros pelo processo de estaquia, testando diferentes concentrações de ácido indolbutírico

Autores

  • Marcelo de Campos Pereira IFSertãoPE
  • Laise de Sousa Santos UNEB
  • Silvana Souza Martins UNEB
  • Meridiana Araújo Lima UNEB
  • Valtemir Gonçalves Ribeiro UNEB

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v3i3.164

Palavras-chave:

Theobroma cacao L, Propagação vegetativa, Estaquia, Auxina

Resumo

Dois experimentos foram conduzidos em viveiro de mudas e casa de vegetação em Juazeiro-BA. Foram utilizadas estacas semilenhosas dos clones CCN-51, PS-1319 e PH-16, com 3 a 4 gemas. Posteriormente, as estacas de CCN-51 e PS-1319 foram submetidas a concentrações de 0, 2000, 4000 e 6000 mg.L-1 de AIB realizando-se imersão de suas bases pelo tempo de 10 segundos e as estacas de PH-16 foram tratadas com 0, 300, 600 e 900 mg.L-1 de AIB com imersão de suas bases por 24 h. Logo após, as estacas foram colocadas em sacos de poliestireno, contendo substrato à a base de areia, esterco e terra vegetal na proporção de 3:2:1, respectivamente. Os experimentos foram avaliados aos 60 dias da instalação. As estacas utilizadas no experimento I apresentaram baixo índice de sobrevivência, brotação e formação de calos. De forma similar o experimento II apresentou baixo índice de sobrevivência e formação de calos, porém não ocorreram brotações, sendo que nos dois experimentos não houve formação de raízes.

Referências

ASSIS, T. F.; FETT-NETO, A. G.; ALFENAS,

A. C. Current techniques and prospects for the

clonal propagation of hardwood with emphasis

on Eucalyptus. In: WALTER. C.; CARSON, M.

Plantation forest biotechnology for the

th century. New Delhi: Research Sign Post,

v. 1 p. 303-333, 2004.

BASTOS, D. C.; SCARPARE FILHO, J. A.;

FATINANSI, J. C.; PIO, R. Estiolamento,

incisão na base da estaca e uso de AIB no

enraizamento de estacas herbáceas de

caramboleira. Revista Brasileira de

Fruticultura, Jaboticabal, v. 27, n. 2, p. 281-

, 2005.

BASTOS, D. C.; PIO, R.; SCARPARE

FILHO, J. A.; LIBARDI, M. N.; ALMEIDA, L.

F. P.; ENTELMANN, F. A.Enraizamento de

estacas lenhosas e herbáceas de cultivares de

caquizeiro com diferentes concentrações de

ácido indolbutírico. Revista Brasileira de

Fruticultura, Jaboticabal, v. 27, n. 1, p. 182-

, 2005.

CUNHA, A. C. M. C. M.; PAIVA, H. N.;

LEITE, H. G.; BARROS, N. F.; LEITE, F. P.

Relações entre variáveis climáticas com

produção e enraizamento de miniestacas de

eucalipto. Revista Árvore, Viçosa, v. 33, n. 2,

p. 195-203, 2009.

FACHINELLO, J. C.; HOFFMANN, A.;

NACHTIGAL, J. C. Propagação de plantas

frutíferas. Brasília: Embrapa Informação

Tecnológica, 2005. 221 p.

FARIA, J. C.; SACRAMENTO, C. K.

Enraizamento e crescimento de estacas

herbáceas do cacaueiro (clones Cepec 42, TSH

e TSH 1188) em função da aplicação do

ácido indolbutírico (AIB). Revista Brasileira

de Fruticultura, Jaboticabal, v. 25, n. 1, p.

-194, 2003.

GONTIJO, T. C. A.; RAMOS, J. D.;

MENDONÇA, V.; PIO, R.; ARAÚJO NETO S.

E.; CORRÊA, F. L. O. Enraizamento de

diferentes tipos de estacas de aceroleira

utilizando ácido indolbutírico. Revista

Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 25,

n. 2, p. 290-292, 2003.

HARTMANN, H. T.; KESTER, D. E.; DAVIES

JUNIOR, F. T. Plant propagation: principles

and practices. 5. ed. Nova Jersey: Ed. Prentice

Hall, 1990. 647 p.

LEITE, J.B.V.; MARTINS, A. B. G. Efeito do

ácido indolbutírico e época de coleta no

enraizamento de estacas semi-lenhosas do

cacaueiro. Revista Brasileira de Fruticultura,

Jaboticabal, v. 29, n. 2, p. 204-208, 2007.

LIMA, R. L. S.; SIQUEIRA, D. L.; WEBER,

O. B.; CAZETTA, J. O. Comprimento de

estacas e parte do ramo na formação de mudas

de aceroleira. Revista Brasileira de

Fruticultura, Jaboticabal, v. 28, n. 1, p. 83-86,

LOPES, J. C.; ALEXANDRE, R. S.; SILVA, A.

E. C.; RIVA, E.M. Influência do ácido indol-3-

butírico e do substrato no enraizamento de

estacas de acerola. Revista Brasileira de

Agrociência, Pelotas, v. 9, n. 1, p. 79-83, 2003.

MACHADO, M. P.; MAYER, J. L. S.;

RITTER, M.; BIASI, L. A. Ácido indolbutírico

no enraizamento de estacas semilenhosas do

porta-enxerto de videira 'VR 043-43' (Vitis

vinifera x Vitis rotundifolia). Revista

Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 27,

n. 3, p. 476-479, 2005.

NORBERTO, P. M.; CHALFUN, N. N. J.;

PASQUAL, M.; VEIGA, R. D.; PEREIRA, G.

E.; MOTA, J. H. Efeito da época de estaquia e

do AIB no enraizamento de estacas de figueira

(Ficus carica L.). Revista Ciência e

Agrotecnologia, Lavras, v. 25, n. 3, p. 533-

, 2001.

PASQUAL, M.; CHALFUN, N. N. J.;

RAMOS, J. D.; VALE, M. R. do; SILVA, C.

R. de R. Fruticultura comercial: propagação

de plantas frutíferas. Lavras: UFLA/FAEPE,

137 p.

PEREIRA, M. C.; SANTOS, L. S.; RIBEIRO

V. G.; SOUZA, E. R.; ARAUJO, E. A.;

PEIXOTO, A. R. Avaliações de porta-enxertos

de cacaueiros da fase de crescimento das mudas

até a enxertia no campo, no semiárido baiano.

Revista Agrotrópica, Itabuna, v. 21, n. 2, p. 5-

, 2009.

PYKE, E. E. The vegetative propagation of

cacao. II. Softwood cuttings. Annual Report

on Cacao Research, v. 2, n. 1, p. 3-9, 1933.

SANTOS JUNIOR, A. J.; ALMEIDA, A-A. F.;

SILVA, D. C.; FARIA, J. C.; MIELKE, M. S.;

GOMES, F. P. Enraizamento de estacas,

crescimento e respostas anatômicas de mudas

clonais de cacaueiro ao ácido indol-3-butírico.

Revista Brasileira de Fruticultura,

Jaboticabal, v. 30, n. 4, p. 1071-1082, 2008.

SODRÉ, G. A.; CORA, J. E. Substratos para

enraizamento de miniestacas de cacaueiro.

Revista Agrotrópica, Itabuna, v. 19, n. 1, p.

-42, 2007.

VALE, M. R.; CHALFUN, N. N.;

MENDONÇA, V.; MIRANDA, C. S.;

COELHO, G. V. A.. Ácido indolbutírico e

sacarose no enraizamento de estacas de

goiabeira cultivar Paluma. Revista Caatinga,

Mossoró, v. 21, n. 3, p. 69-74, 2008.

VILLA, F.; PIO, R.; CHALFUN, N. N. J.;

GONTIJO, T. C. A.; DUTRA, L. F. Propagação

de amoreira-preta utilizando estacas lenhosas. Revista Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 27, n. 4, p. 829-834, 2003.

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

PEREIRA, M. de C. .; SANTOS, L. de S. .; MARTINS, S. S. .; LIMA, M. A. .; RIBEIRO, V. G. . Propagação vegetativa de cacaueiros pelo processo de estaquia, testando diferentes concentrações de ácido indolbutírico. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 3, n. 3, p. 118–124, 2015. DOI: 10.31416/rsdv.v3i3.164. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/164. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências Agrárias - Artigos