Ação curricular

itinerário contemporâneo

Autores

  • Priscila Gonçalves Santos Instituto Federal de Sergipe https://orcid.org/0000-0001-7385-3248
  • Erbs Cintra de Souza Gomes Instituto Federal do Sertão Pernambuco
  • Marco Arlindo Amorim Melo Nery Instituto Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v11i3.405

Palavras-chave:

Educação, Currículo, Formação, Contemporâneo

Resumo

O currículo tem uma função política e pedagógica e integra o desenvolvimento intelectual, mas também o desenvolvimento social. O currículo é articulado por meio de teorias pertinentes ao currículo, ou seja, tradicionais, críticas e pós-críticas. O objetivo deste estudo é apontar aspectos da inovação que só podem ser derivados da comparação de recursos curriculares ao longo do tempo. Vislumbramos escolas ainda no século XXI, que continuem a lidar com todas as formas de pensamento crítico. Este artigo foi produzido a partir de um estudo bibliográfico com ênfase em texto e discussões contemporâneas, tecendo diálogos com documentos educacionais, exemplos de BNCC, LDB. Dado o enfoque político da educação, essa ideia é impulsionada pelo conceito de 'Educação para Todos'. Contudo pode-se observar que as variáveis aqui apresentadas dentro desse período retratam a importância dos investimentos com o plano de desenvolvimento da educação no Brasil. Ações que orientam o aprendizado e facilitam os processos sociais conscientizando, visando valorizar os aspectos culturais nacionais e formar cidadãos.

 

 

Referências

BOCCATO, V.R.C. (2006). Metodologia da pesquisa bibliográfica na área Odontológica e artigo científico como forma de comunicação. Rev. Odontol. São Paulo. V.18, n3, p.265-274.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. A Gênese do Decreto n.º 5.154/2004: um debate no contexto controverso da democracia restrita. In: FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. (Org.). Ensino Médio Integrado: concepções e contradições. São Paulo: Cortez, 2005. p. 21-56.

GATTI, B.A., BARRETO, E.S., André, M.E.D. (2011). Políticas docentes no Brasil. Brasília: Unesco

HALL, S., Sovik, L. (Org.) (2003). Da disporá: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG.

HERNÁNDEZ, A.F., De Barros, C.C. (2019). Metodología de la Investigación Científica para Educación Superior. ISBN: 978-99953-832-1-3. Asunción: Ed: Universidad Columbia del Paraguay.

IBGE. PNAD Educação 2019: Mais da metade das pessoas de 25 anos ou mais não completaram o ensino médio. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/28285-pnad-educacao-2019-mais-da-metade-das-pessoas-de-25-anos-ou-mais-nao-completaram-o-ensino-medio. Acessado em: 18 nov. 2022.

MACEDO, R.S.C. (2002). Currículo e complexidade. A perspectiva crítico-multirreferencial e o currículo contemporâneo. Salvador: Ed. UFBA.

MANTOAN, M.T.É. (2011). O desafio das diferenças nas escolas. 4ª Ed. Petrópolis: Vozes.

MOSÉ, Viviane. A escola e os desafios contemporâneos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

NÓVOA, António. Desafios do trabalho do professor no mundo contemporâneo. São Paulo: Sinpro, 2007. Disponível em: http://www.sinprosp.org.br/arquivos/novoa/livreto_novoa.pdf. Acesso em:18 nov.2022.

OCDE. Education at a Glance: OECD Indicators. Disponível em: https://www.oecd.org/brazil/Education-at-a-glance-2015-Brazil-in-Portuguese.pdf. Acessado em: 18 nov. 2022.

SACRISTÁN, J.G., Pérez, G.A.I. (2000). Compreender e transformar o ensino. Porto Alegre: Artmed.

SAVIANI, D. (2003). Pedagogia Histórico-crítica primeiras aproximações. 8ª Ed. Campinas: Autores associados.

SCHWARCZ, L., Moritz, B.A. (Org.) (2012). Cidadania um projeto em construção: minorias, justiça e direitos. São Paulo: Claro Enigma.

SOUZA, M.M. (2014). África e Brasil africano. São Paulo: Ática.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

GONÇALVES SANTOS, P.; CINTRA DE SOUZA GOMES, E.; ARLINDO AMORIM MELO NERY, M. . Ação curricular: itinerário contemporâneo. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 11, n. 3, p. 604–615, 2023. DOI: 10.31416/rsdv.v11i3.405. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/405. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Ciências Humanas - Artigos