Panorama dos estudos sobre Coleta Seletiva e Reciclagem nas bases Scopus e Web of Science

Overview of studies on Selective Collect and Recycling in Scopus and Web of Science databases

Autores

  • Geysa Oliveira Lima UNIVASF
  • Larissa Bonfim Santos UNIVASF
  • José Jorge Sousa Carvalho UNIVASF
  • Marcos Victor do Carmo Loiola UNEB
  • Michely Correia Diniz Universidade Federal do Vale do São Francisco - UNIVASF https://orcid.org/0000-0002-1960-4512

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v10i2.364

Palavras-chave:

Cooperativa, Desenvolvimento Sustentável, Catadores

Resumo

A coleta seletiva é um tema que tem recebido bastante atenção nos últimos anos por possuir grande relevância tanto social quanto ambiental. Atualmente o planeta tem passado por uma  reflexão na relação Produção/Consumo e adequações nos processos de gestão, decorrentes dos modelos de desenvolvimento econômico, produção e consumo. Os países vêm adotando medidas, sendo uma delas em relação à coleta seletiva, descarte e reciclagem que podem ser  uma solução decisiva para o planeta. O objetivo deste trabalho foi analisar o desenvolvimento científico sobre a temática da coleta seletiva e reciclagem entre os anos de 2012 e 2022. Para isso, foi realizado um levantamento a partir das bases de dados Scopus e Web of Science. Foram utilizados 05 termos no campo de busca simples. Observou-se um total de 265.464 trabalhos publicados, distribuídos quese equitativamente entre as bases e nos mais variados países, tendo como destaque China e Estados Unidos, como primeiro e segundo lugar, respectivamente. O Brasil ficou em oitavo lugar.  O termo Recycling se sobressaiu sobre os demais, com 235.620 resultados no total em ambas as bases. Os resultados e discussão deste trabalho permitiram conhecer vários métodos de como acontece à coleta em diferentes realidades. Observou-se que em países economicamente desenvolvidos existem maiores investimento em estudos referentes à coleta seletiva e reciclagem, diferente dos países menos desenvolvidos. A organização e agregação de catadores em cooperativas e associações de reciclagem se apresentam como um grande avanço em prol dessa classe e do ambiente.

Referências

ABNT 10004:2004 – Norma Brasileira, Segunda Edição de 31 de maio de 2004.

ABRELPE - Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. Panorama de Resíduos Sólidos no Brasil 2021. São Paulo: Abrelpe, 2012.

AGÊNCIA BRASIL, 2021. 20 milhões de toneladas de resíduos são produzidos a cada ano. Disponível em: (https://agenciabrasil.ebc.com.br/radioagencia-nacional/meio-ambiente/audio/2021-08/80-milhoes-de-toneladas-de-residuos-sao-produzidos-no-pais-cada-ano). Acesso em: 28/03/2022

ALCANTARA, M. Renda de catadores do Norte e Nordeste é menor que 1 salário mínimo. Metrópoles.´Dez, 2021. Disponível: https://www.metropoles.com/brasil/renda-de-catadores-do-norte-e-nordeste-e-menor-que-1-salario-minimo

AMANDEEP, D.; MELODIA, S.; AWAN, U.; SAKASHITA, M.; KAUR, P.; Extended valence theory perspective on consumers' e-waste recycling intentions in Japan, Journal of Cleaner Production, Volume 312, 2021, https://doi.org/10.1016/j.jclepro

ANDRADE, C. S.; AMARO, C. M.; OLIVER, L. A. C.; CORDEIRO, J.; ALVARENGA, C. A.; SANTOS, C. I. F.; CORDEIRO, J. L. Análise do gerenciamento de resíduos sólidos urbanos na cidade de Itabira (MG). Society and Development, vol. 8, núm. 3, pp. 01-17, 2019. https://doi.org/10.33448/rsd-v8i3.857. Acesso em: 07/01/2022

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS CATADORES E CATADORAS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS (ANCAT). Anuário da Reciclagem 2021 retrata a realidade de catadores(as) de materiais recicláveis no Brasil. Disponível em https://www.ancat.org.br/blog/anuario-da-reciclagem-2021-retrata-a-realidade-dos-catadores-de-materiais-reciclaveis-e-de-suas-organizacoes-no-brasil

BERTICELLI, R. et al. Contribuição da coleta seletiva para o desenvolvimento sustentável municipal. Revista em Agronegócios e Meio Ambiente, Maringá, PR, v. 13 , n. 2, p. 781-796, 2020.

BAPTISTA, V F.; As políticas públicas de coleta seletiva no município do Rio de Janeiro: onde e como estão as cooperativas de catadores de materiais recicláveis?. Revista de Administração Pública, [S.L.], v. 49, n. 1, p. 141-164, fev. 2015. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/0034-76121603.

BRASIL. Lei Federal n. 9.985, de 18 de Julho de 2000. Regulamenta o art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Regulamentação do SNUC. (www.mma.gov.br/port/sbf/dap/LEI.html).

CÂNDIDO, S.; SOULÉ, F.; SACOMANO, N. M. O surgimento da “Reciclagem Solidária” no Brasil: Convergências Estruturais e Ações Estratégicas em Campos Interligados. Organização e Ambiente. volume 32(3):363-385. 2019. 10.1177/1086026618759835

CHERFEM, C. O. Boas Práticas de Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos e de Logística Reversa com a Inclusão de Catadoras e de Catadores de Materiais Recicláveis. Relatório de Pesquisa. 2015. Disponível em http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/7487/1/RP_Boas_2015.pdf

FERRARA, I.; MISSIOS, P. Recycling and Waste Diversion Effectiveness: evidence from Canada. Environmental & Resource Economics, Ontario, v. 30, n. 1, p. 221-238, jul. 2005.

FIDELIS, R.; COLMENERO, J. C. Evaluating the performance of recycling cooperatives in their operational activities in the recycling chain,Resources. Conservation and Recycling. Volume 130,2018,Pages 152-163,ISSN 0921-3449. https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2017.12.002.

FIDELIS, Reginaldo et al. Inclusão socioprodutiva de catadores na gestão de resíduos sólidos urbanos no Brasil: Práticas, paradigmas e perspectivas futuras. Recursos, Conservação e Reciclagem, v. 154, p. 104594, 2020.

FUSS, M.; BARROS, R.T.V.; POGANIETZ, W.R. The role of a socio-integrated recycling system in implementing a circular economy - The case of Belo Horizonte, Brazil. Waste Manag. 2021 Feb 15;121:215-225. doi: 10.1016/j.wasman.2020.12.006. Epub 2020 Dec 28. PMID: 33383530.

GUTBERLET, J. Reciclagem Informal e Cooperativa como Estratégia de Erradicação da Pobreza. Bússola Geográfica, 6: 19-34, 2012. https://doi.org/10.1111/j.1749-8198.2011.00468.x

IKIZ, E.; MACLAREN, V. W.; ALFRED, E.; SIVANESAN, S. Impact of COVID-19 on household waste flows, diversion and reuse: the case of multi-residential buildings in Toronto, Canada. Resources, Conservation And Recycling, [S.L.], v. 164, p. 105111, jan. 2021. http://dx.doi.org/10.1016/j.resconrec.2020.105111.

KAZA, S.; YAO, L. C.; BHADA-TATA, P.; VAN WOERDEN, F.; What a Waste 2.0 : Uma Visão Global do Gerenciamento de Resíduos Sólidos até 2050. 2018. Desenvolvimento Urbano;. Washington, DC: Banco Mundial. © Banco Mundial. https://openknowledge.worldbank.org/handle/10986/30317

LAYARARGUES, P. P. O cinismo da reciclagem: o signi?cado ideológico da reciclagem da lata de alumínio e suas implicações para a educação ambiental. Educação Ambiental: repensando o espaço da cidadania. p. 179-220. Disponível em: https://docslide.com.br/documents/o- cinismo-da-reciclagem-capitulo-de-livro-2002pdf.2002.

MANNARINO, C.F.; FERREIRA, J.A.; GANDOLLA, M. Contribuições para a evolução do gerenciamento de resíduos sólidos urbanos no Brasil com base na experiência Européia. Engenharia Sanitária e Ambiental [online]. v. 21, n. 2, pp. 379-385. Jun, 2016. <https://doi.org/10.1590/S1413-41522016146475>.

MELO, E. H. S. R.; LIMA, C. M. D. O Papel das cooperativas dos catadores e a parceria com o poder público: estudo de caso na Cooperativa de Recicladores de Lixo Urbano de Maceió – COOPLUM. Diversitas Journal. [S. l.], v. 5, n. 1, p. 639–647, 2020. DOI: 10.17648/diversitas-journal-v5i1-1025. Disponível em: https://diversitasjournal.com.br/diversitas_journal/a.

MILIOS, L.; ESMAILZADEH, D.; YU, Y. Sustainability Impact Assessment of Increased Plastic Recycling and Future Pathways of Plastic Waste Management in Sweden. Recycling. 2018; v3, 33. https://doi.org/10.3390/recycling3030033

MIRANDA, I. T. P.; FIDELIS, R.; FIDELIS, D. A. S.; PILATTI, L. A.; PICININ, C. T. The Integration of Recycling Cooperatives in the Formal Management of Municipal Solid Waste as a Strategy for the Circular Economy—The Case of Londrina, Brazil. Sustainability. v 12(24):10513. 15 de dezembro de 2020 https://doi.org/10.3390/su122410513

NAÇÕES UNIDAS BRASIL. Sobre o nosso trabalho para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil., 2022. Disponível em https://brasil.un.org/pt-br/sdgs.

OLIVEIRA, T. B.; GALVÃO, A. C. Planejamento municipal na gestão dos resíduos sólidos urbanos e na organização da coleta seletiva. Engenharia Sanitária e Ambiental [online]. v. 21, n. 01. pp. 55-64. 2016. <https://doi.org/10.1590/S1413-41520201600100155929>.

RAVANELLO, B.; MAAS, G. MUDANÇAS SOCIOECONÔMICAS E NA GESTÃO DE RESÍDUOS APÓS IMPLEMENTAÇÃO DE UMA COOPERATIVA DE RECICLAGEM. BioFix Scientific Journal, v. 2, n. 1, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/biofix.v2i1.50488. Acesso em: 07/01/2022

REIJONEN, H.; BELLMAN, S.; MURPHY, J.; KOKKONEN, H. Factors related to recycling plastic packaging in Finland’s new waste management scheme. Waste Management, Volume 131, 2021, Pages 88-97, ISSN 0956-053X. 2021. Disponivel em: https://doi.org/10.1016/j.wasman.2021.05.034.

RHODES, C. J. Plastic Pollution and Potential Solutions. Science Progress, [S.L.], v. 101, n. 3, p. 207-260, set. 2018. SAGE Publications. http://dx.doi.org/10.3184/003685018x15294876706211.

SAUERESSIG, G.G.; SELLITTO, M.A.; KADEL, J.R.N. Papel das cooperativas de reciclagem no retorno de Resíduos Sólidos Urbanos à indústria. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, v. 14, n. 2, p. 355-366, 2021.

SILVA, R.G.P.; SANTOS, J. P. O; MELLO, D.P.; EL - DEIR, S. G. Resíduos sólidos: tecnologia e boas práticas de economia circular / Rodrigo Cândido– 1. ed. - Recife: EDUFRPE, 2018. 536 p.: il.

SILVA, M. R.; HAYASHI, C. R. M.; HAYASHI, M. C. P. I. Análise bibliométrica e cientométrica: desafios aos especialistas que atuam no campo. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v. 2, p. 110-129, 2011.

TIRADO-SOTO, M.; ZAMBERLAN, F. Networks of recyclable material waste-picker’s cooperatives: An alternative for the solid waste management in the city of Rio de Janeiro. Waste management (New York, N.Y.). vol. 33. 2013. DOI: : 10.1016/j.wasman.2012.09.025.

YAHALOM, S.; GUAN, C.; JOHANSSON, E. An innovative intermodal solution to urban residential waste disposal in large cities: a marine highway solution to a growing environmental problem. Maritime Economics & Logistics, [S.L.], p. 1-13, 1 set. 2020. http://dx.doi.org/10.1057/s41278-020-00164-5.

Downloads

Publicado

2022-08-31

Como Citar

LIMA, G. O.; SANTOS, L. B.; CARVALHO, J. . J. S.; LOIOLA, M. V. do C.; CORREIA DINIZ, M. Panorama dos estudos sobre Coleta Seletiva e Reciclagem nas bases Scopus e Web of Science: Overview of studies on Selective Collect and Recycling in Scopus and Web of Science databases. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 10, n. 2, 2022. DOI: 10.31416/rsdv.v10i2.364. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/364. Acesso em: 6 dez. 2022.