Estudo da relação do homem e o meio ambiente: a importância da educação ambiental para a formação da consciência ambiental

Autores

  • Eliaci Silva Santana Vitória Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Kellison Lima Cavalcante IFSertãoPE

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v7i1.104

Palavras-chave:

Meio Ambiente, Sustentabilidade, Sociedade, Degradação

Resumo

O artigo discute a interferência do homem sobre o meio ambiente, e os impactos decorrentes dessa interferência. São mostrados também o papel da tecnologia na apropriação e degradação dos recursos naturais e ao mesmo tempo, na busca de estudos e investimentos para o desenvolvimento sustentável com o objetivo de recuperar o meio ambiente para alcançar a qualidade de vida e qualidade ambiental. Vários estudos demonstram que a relação que entre ser humano e a natureza vem se perdendo com o passar dos anos. Diante das circunstâncias, é de suma importância levar em consideração que se deve estudar para se obter mais entendimentos e ver que tipo de atitudes ambientais o homem deve ter para a construção de uma sociedade, que resgate os valores e o respeito pelo seu Meio Ambiente. A educação ambiental manifesta-se, neste contexto como um instrumento na busca pela promoção da sustentabilidade ambiental.

Referências

ADAMS, B. G. A importância da Lei 9.795/99 e das diretrizes curriculares nacionais da educação ambiental para docentes. Revista Monografias Ambientais, v. 10, n. 10, p. 2148-2157, 2012.

ALMEIDA, J.P. A extinção do arco-íris: ecologia e história. Campinas: Papirus, 1988.

ANSELMO, J. A.; AIRES, I C. S.; LIMA, R. A. A Educação Ambiental e o ensino de Biologia em uma escola privada no município de Porto Velho-RO. Semana Educa, 2013.

AQUINO, A. L.; NASCIMENTO, J. L. J. Educação Ambiental e EJA: Possibilidades e nexos para a sustentabilidade. In: MATOS, K. S. A. (org.). Educação Ambiental e Sustentabilidade IV. Fortaleza: Edições UFC, 2013.

ARAÚJO, M. L. F.; FRANÇA, T. L. de. Concepções de Educação Ambiental de professores de biologia em formação nas universidades públicas federais do Recife. Educar em Revista, Curitiba, n. 50, p. 237-252, out./nov. 2013.

AVILA-PIRES, F. D. Princípios de ecologia humana. Porto Alegre: Ed. da Universidade UFRGS/Brasília: CNPq, 1983.

BOFF, L. Ecologia: grito da terra, grito dos pobres. Rio de Janeiro: Vozes, 2015.

CAMPOS, D. B.; CAVALARI, R. M. F. O professor de Biologia enquanto “sujeito ecológico”: conhecimentos, valores e participação política na prática docente. Revista Eletrônica de Educação, v. 12, n. 1, p. 184-198, jan./abr. 2018.

CARVALHO, I. C. de M. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

CARVALHO, I. C. de M. O sujeito ecológico: a formação de novas identidades na escola. In: PERNAMBUCO, Marta; PAIVA, Irene. (Orgs.). Práticas coletivas na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2013.

COSTA, A. P. B.; PAIVA, M. S. D.; FILGUEIRA, J. M. A inserção da educação ambiental na prática pedagógica: uma análise segundo a visão dos alunos dos cursos técnicos-integrados do CEFET-RN. Holos, n. 22, p. 62-73, 2006.

DIAS, G. F. Educação Ambiental: princípios e práticas. 9. ed. São Paulo: Editora Gaia, 2010.

GOLDEMBERG, M. A arte de pesquisar (Ciências Sociais). Rio de Janeiro: 2004.

GOMES, D. V. Educação para o consumo ético e sustentável. Revista eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Rio Grande do Sul, v.16, p.18-31 jan./jun. 2006.

GONÇALVES, J. C. Homem-natureza: uma relação conflitante ao longo da História. Revista Multidisciplinar da UNIESP, n. 6, p.: 171-177, 2008.

GUATTARI, F. As três ecologias. 20. ed. Trad. Maria Cristina F. Bittencourt. Campinas: Papirus, 2009.

GUEDES, J. C. S. Educação ambiental nas escolas de ensino fundamental: estudo de caso. Garanhuns: Edição do autor, 2006.

HUR, D. U. Guattari e a ecosofia. Psicologia Política, v. 15, n. 33, p. 423-430, maio/ago., 2015.

LANFREDI, G. F. Política ambiental: busca da efetividade de seus instrumentos. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2002.

LEFF, E. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. Petrópolis: Vozes, 2001.

LEMOS, H. M. Desenvolvimento sustentável. Brasília: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, 1996. (Série Meio Ambiente em Debate, 3).

LÉVÊQUE, C. A biodiversidade. Bauru: Ed. da Universidade Sagrado Coração, 1999.

LOUREIRO, C. F. B.; LAYRARGUES, P. P.; CASTRO, R. S. Educação ambiental: repensando o espaço da cidadania. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

LÖWY, M. Ecologia e socialismo. São Paulo, Cortez, 2005. (Col. Questões da nossa época; v.125).

MACHADO, L. M. C. P. A Serra do Mar Paulista: um estudo de paisagem valorizada. Rio Claro, 1v. Tese (Doutorado em Geografia) -Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, 1988.

MARTINEZ, P. H. História Ambiental no Brasil: pesquisa e ensino. São Paulo: Cortez, 2006. (Col. Questões da nossa época; v. 130).

QUEIROZ, G. S. Plano de Desenvolvimento Sustentável do Rio do Grande do Norte. In: Simpósio Brasileiro Sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Semi-Árido, 1, 1997, Mossoró. Anais... Mossoró: ETFRN/UNED, 1997. p. 142-160, 2016.

RIGOTTO, R. M.; AUGUSTO, L. G. S. Saúde e ambiente no Brasil: desenvolvimento, território e iniqüidade social. Caderno de Saúde Pública, v. 23, n. 4, p. 475-485, 2007.

ROCHA, L. B. A importância das práticas e ciências para o processo ensino aprendizagem. Revista Científica Intelletto, v. 1, n. 3, p. 28-46, 2016.

SANTOS; A. P.; JAPIASSÚ, M. C. T. Ética ambiental: a atitude humana em debate. Maceió: Edufal, 2009.

SATO, M.; MEDEIROS, H. Q. Educação ambiental na temporalidade do Acre: um olhar sobre a heterotopia de Chico Mendes. Revista brasileira de educação ambiental, v. 4; p.13-25, 2010.

SILVA, K. C. Pertencimento em relação ao Bosque Campos Prado: um estudo de percepção ambiental da comunidade do Entorno. 2011. (Graduação em Meio Ambiente e Recursos Hídricos) Faculdade de Tecnologia de Jahu, Jaú, 2011, 160p.

VIEIRAS, R. R.; TRISTÃO, M. A educação ambiental no cotidiano escolar: problematizando os espaço tempos de formação como processos de criação. Revista Educação, Santa Maria, v. 41, n. 1, p. 159-170, jan./abr. 2016.

Downloads

Publicado

2019-04-30

Como Citar

VITÓRIA, E. S. S. .; CAVALCANTE, K. L. . Estudo da relação do homem e o meio ambiente: a importância da educação ambiental para a formação da consciência ambiental. Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 60–72, 2019. DOI: 10.31416/rsdv.v7i1.104. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/104. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Multidisciplinar - Artigos