Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a atuação dos Tradutores Intérpretes de Línguas de Sinais

Autores

  • Mestranda Claudia Aguiar Instituto Federal do Sertão Pernambucano
  • Professor Doutor Paulo Roberto Ramos Universidade Federal do Vale do São Francisco

DOI:

https://doi.org/10.31416/rsdv.v12i2.802

Palavras-chave:

saúde, inclusão social, TILS, Agenda 2030

Resumo

Este artigo analisou a relação entre as atribuições dos Tradutores Intérpretes de Línguas de Sinais (TILS) e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030. Os resultados indicaram que os TILS enfrentam diversos riscos à saúde física e mental decorrentes das muitas horas de trabalho em ambientes estressantes especialmente no meio acadêmico o que reforçou a importância da promoção de um ambiente de trabalho seguro e ergonômico, serviços de reabilitação e suporte mental e emocional para garantir a saúde integral desses profissionais. A pesquisa realizada abrangeu obras literárias de teses e dissertações encontrados em repositórios de universidades e na plataforma SciELO, além de meios eletrônicos de banco de dados oficiais. Como achados da pesquisa podemos citar que A Agenda 2030 com seus 17 ODS, pode contribuir para melhorar a saúde dos TILS ao alavancar a inclusão social da pessoa surda e incentivar a adoção de políticas e pesquisas de conscientização sobre os riscos à saúde destes profissionais levando as organizações a assumir a responsabilidade de pôr em prática medidas proativas que contribuam para a valorização e a promoção de seus direitos.

Biografia do Autor

Professor Doutor Paulo Roberto Ramos, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Professor no Programa de Pós Graduação em Dinâmicas do Semiárido (PPGDiDes) da Universidade Federal do Vale do São Francisco 

Doutorado UFPB (2007)

Referências

AGENDA 2030 Indicadores dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, 2023 https://odsbrasil.gov.br/home/agenda 2030. Acesso em 05 de out de2023

BRASIL. Transformando Nosso Mundo: a Agenda 2030 para o desenvolvimento Sustentável. SDSN. Getting started with the SDGs in universities: A guide for universities, higher education institutions, and the academic sector. Australia, New Zealand and Pacific Edition. Sustainable Development Solutions Network – Australia/Pacific, Melbourne. Australia/Pacific 2017.

BRASIL. Decreto n. 5.626. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Brasília, 22 dez. 2005.

BRASIL. Lei n. 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais Libras e dá outras providências. Brasília, 24 de abril de 2002.

BRASIL. Lei n. 12.319, de 01 de setembro de 2010. Regulamenta a profissão de Tradutor e Intérprete da Língua Brasileira de Sinais - Libras. Brasília, 01 de setembro de 2010.

BRASIL. Lei n.14.704, de 25 de outubro de 2023.

Altera a Lei nº 12.319, de 1º de setembro de 2010, para dispor sobre o exercício profissional e as condições de trabalho do profissional tradutor, intérprete e guia-intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Brasília, 25 de outubro de 2023.

BECKER, Conceição Fátima et al. Sintomas Osteomusculares em pessoas surdas e intérpretes de libras e desafios da atuação fisioterapêutica. Revista UNIANDRADE, v. 20, n. 3, p. 107-114, 2019.

BELÉM, L. A atuação do intérprete educacional de língua brasileira de sinais no ensino médio. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP, Piracicaba, São Paulo, 2010.

CORBARI, S. et al. O papel das instituições de ensino superior no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, 2021. http://www.iea.usp.br/pesquisa/projetos-institucionais/usp-cidades-globais/artigos-digitais/o-papel-das-instituicoes-de-ensino-superior-no-alcance-dos-objetivos-de-desenvolvimento-sustentavel-ods

COSTEIRA, I.C. Objetivos do Desenvolvimento Sustentável ONU. Disponível em: https://www.icc.eco.br/wp-content/uploads/2020/11/17-objetivos-desenvolvimento-sustentavel-nacoes-unidas.jpg. Acesso em 13 de out de 2023

DA SILVA, Júlio Cesar et al. Qualidade de vida entre acadêmicos e egressos de um curso de Gestão de Pessoas no município de Valença-RJ Quality of life among students and graduate of a Human Resource Management course in the municipality of Valença-RJ. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 9, p. 89886-89905, 2021.

GUARINELLO, Ana Cristina et al. Qualidade de vida do profissional intérprete de língua de sinais. Distúrbios da Comunicação, v. 29, n. 3, p. 462-469, 2017.

GIRKE, C. A. Atuação e papéis do intérprete educacional de Língua de Sinais. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras-Libras). Universidade Federal de Santa Catarina, 2018.

LACERDA, C. B. F. de. Intérprete de Libras na educação infantil e no ensino fundamental. 7. Ed. Porto Alegre: Mediação, 2015.

MONTEIRO, Janine Kieling et al. Adoecimento psíquico de trabalhadores de unidades de terapia intensiva. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 33, p. 366-379, 2013.

Nações Unidas (2015) Transformando nosso mundo: A Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável, 48 p. Traduzida pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio), edição de 8 de setembro de 2015: https://sustainabledevelopment.un.org

PEREIRA, Érico Felden; TEIXEIRA, Clarissa Stefani; SANTOS, Anderlei dos. Qualidade de vida: abordagens, conceitos e avaliação. Revista brasileira de educação física e esporte, v. 26, p. 241-250, 2012.

PESSOA, Juliana da Costa Santos; CARDIA, Maria Claudia Gatto; SANTOS, Maria Luiza da Costa. Análise das limitações, estratégias e perspectivas dos trabalhadores com LER/DORT, participantes do grupo PROFIT-LER: um estudo de caso. Ciência & Saúde Coletiva, v. 15, n. 3, p. 821-830, 2010. https://www.scielo.br/j/csc/a/4Z9VghzGtSmmJkFszM8rKTS/

RIT STUDY. 2008. Sign Language Interpreters at High Ergonomic Risk – Interpreting places greater stress on extremities than industrial activities. http://www.rit.edu/news/story.php?id=46110

ROSSINI, Cleusa Maria et al. A agenda 2030 no contexto das universidades da América Latina: perspectiva de sustentabilidade, diálogo de saber e bem viver. Salão do Conhecimento, v. 6, n. 6, 2020.

SDGS. Objetivos de desenvolvimento sustentável. Disponível em https://brasil.un.org/pt-br/sd.Acesso em 05º de out de 2023.

SOBRAL, A. Dizer o ‘mesmo’ a outros: ensaios sobre tradução. São Paulo: Special Book Services Livraria, 2008.

TRINDADE, Manoela de Assis Lahoz. Diretrizes de gestão em ergonomia: a normalização e a prática nas empresas. 2017.

UTZIG, Douglas Vinícius et al. Tradutores e intérpretes de língua de sinais (tils): aspectos geradores de sofrimento psicossocial relacionados ao trabalho. Humanidades & Inovação, v. 7, n. 26, p. 275-293 2020 https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/3402/2271

WOODCOCK, Kathryn; FISCHER, S. L. Occupational health and safety for sign language interpreters. Workplace Safety and Insurance Board Research Advisory Council Grant, [Ryerson University], 2008.

Downloads

Publicado

2024-06-07

Como Citar

LUCIA FARIAS DE CERQUEIRA AGUIAR, C.; RAMOS, P. R. Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a atuação dos Tradutores Intérpretes de Línguas de Sinais . Revista Semiárido De Visu, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 1032–1041, 2024. DOI: 10.31416/rsdv.v12i2.802. Disponível em: https://semiaridodevisu.ifsertao-pe.edu.br/index.php/rsdv/article/view/802. Acesso em: 20 jul. 2024.